Copa da Itália

A Inter passou um sufoco, mas conseguiu virar e eliminar o Empoli na prorrogação

Mesmo em casa, Inter perdia o jogo até os 45 minutos do segundo tempo, quando arrancou o empate e virou na prorrogação – e com dois golaços

O Empoli deu um bom susto na Internazionale e por pouco não saiu de San Siro classificada, mas o time da casa conseguiu um empate nos acréscimos e virou o jogo na prorrogação. A vitória por 3 a 2, no fim das contas, veio com dois golaços. Apesar do sufoco contra o único time da Serie B ainda vivo na competição, foram os nerazzurri que avançaram.

VEJA TAMBÉM: Juventus amassa a Sampdoria e segue em frente na Copa da Itália, enquanto a Lazio precisa de Immobile para se safar

Como era de se esperar, o técnico Simone Inzaghi colocou em campo alguns reservas, a começar pelo goleiro Andrei Radu, que ganhou uma rara chance no time titular no lugar do veterano e capitão Samir Handanovic. Joaquín Correa, que também foi titular, precisou sair depois de apenas três minutos em campo por lesão, que deu lugar a Alexis Sánchez.

O primeiro gol saiu aos 12 minutos. Dumfries tabelou pela direita e cruzou da linha de fundo. Alexis Sánchez, com liberdade, tocou de cabeça para marcar: 1 a 0. Foi o único gol no primeiro tempo de um jogo que era calmo até demais. E isso se tornou um problema: o time se tornou leniente e acabou dando muitas chances ao adversário.

O controle do jogo estava com a Inter, mas o time de Simone Inzaghi pouco forçava o jogo. Então, no segundo tempo o Empoli tratou de aproveitar as chances que teve. Primeiro, aos 16 minutos, Nedim Bajrami dominou no peito um cruzamento de Kristjan Asllani e bateu de esquerda para marcar 1 a 1.

A virada viria aos 31 minutos. Em um cruzamento forte para a área, o centroavante Patrick Cutrone desviou para o gol, a bola bateu na trave, nas costas do goleiro Radu e entrou: 2 a 1 para o Empoli e Inter em dificuldades.

Precisando reverter o placar, o técnico Simone Inzaghi tirou Lautaro Martínez e colocou Stefano Sensi. O jogador tem sido muito especulado para sair do clube, com um empréstimo para a Sampdoria sendo o destino mais provável.

O gol de empate saiu já nos acréscimos. A bola pipocou na área e o zagueiro Andrea Ranocchia pegou um lindo chute de voleio para marcar 2 a 2. O zagueiro, também capitão do time na partida, não marcava um gol há mais de dois anos. A última vez que ele tinha balançado as redes foi no dia 14 de janeiro de 2020, também pela Copa da Itália, contra o Cagliari.

Na prorrogação, a Inter resolveu o confronto. Depois de uma saída errada do Empoli, aos 13 minutos, a Inter tomou a bola, Alexis Sánchez acionou Sensi, que dominou, ajeitou e chutou cruzado, no alto, e marcou: 3 a 2, com um golaço.

Sem pernas, o Empoli não conseguiu reagir e desta vez a Inter conseguiu controlar o jogo, sem correr mais riscos. O time está classificado às quartas de final e espera o vencedor do jogo entre Roma e Lecce.

Os outros confrontos já estão definidos: Juventus x Sassuolo, Atalanta x Fiorentina. Os jogos das quartas de final serão disputados entre os dias 8 e 10 de fevereiro. As semifinais, em dois jogos, acontecem em março e abril e a final é jogada no dia 11 de maio.

VEJA TAMBÉM: Sem recurso: Robinho é condenado em última instância na Itália por caso de violência sexual

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo