Itália

‘Ameaçou arrancar minhas orelhas’: Allegri ataca jornalista em dia de fúria na Juventus

Mesmo campeão da Copa da Itália, Massimiliano Allegri ficou fora da casinha na Juventus e até ameaçou agredir um jornalista

Na última quarta-feira (15), a Juventus foi campeã da Copa da Itália ao vencer a Atalanta, no Estádio Olímpico de Roma. Maior campeã do torneio com 15 títulos, a Velha Senhora superou a campanha desastrosa na Serie A, na qual passou longe de bater a Internazionale, que ficou com o scudetto. Uma taça seria motivo suficiente para ficar feliz, certo? Bem, Massimiliano Allegri discorda, tanto que viveu um dia de fúria após a conquista.

Tudo começou ainda antes do apito final da decisão contra La Dea. O treinador da Juventus reclamou da arbitragem de forma acintosa, gritando na cara do quarto árbitro e aplaudindo sarcasticamente Fabio Maresca. Após ser expulso, o italiano ficou ainda mais irritado, tirou sua gravata e começou a desabotoar a camisa. Contido por funcionários dos Bianconeri, Allegri partiu para os vestiários, ensandecido.

O técnico da Juventus recusou cumprimentar os dirigentes Cristiano Giuntoli e Maurizio Scanavino. Na comemoração do título da Coppa Italia, Massimiliano Allegri fez questão de ficar longe da dupla, causando mais um mal-estar. E se engana quem pensa que a raiva do italiano tinha acabado. A imprensa local relatou que ele ficou fora da casinha ao discutir com Guido Vaciago, editor-chefe do Tuttosport – veículo de imprensa historicamente próximo da Juve.

Vaciago alega que foi atacado fisicamente por Allegri, que o “sacudiu, empurrou e apontou o dedo em sua cara”. O treinador da Juventus ainda ameaçou arrancar as orelhas do jornalista. O editor-chefe do Tuttosport também relatou uma aproximação intimidadora do comandante da Velha Senhora:

– Allegri, evidentemente em estado alterado, antes da entrevista coletiva me encontrou por um minuto. Me disse: “Diretor de merda! Sim, você, diretor de merda. Escreva a verdade em seu jornal, não o que te dizem no clube. Deixe de se prostituir com o clube”.

O que causou a fúria de Allegri?

Apesar das reações exageradas, Massimiliano Allegri tinha um motivo para estar fora da casinha. Nos últimos meses, a imprensa italiana publicou várias notícias informando a demissão do técnico ao final da temporada. Em 2023/24, ele comandou a Juventus em 41 jogos, sendo 22 vitórias, 13 empates e seis derrotas. O aproveitamento até que não é ruim, mas o futebol apresentado não pesa a favor.

Com um futebol pouco criativo, os Bianconeri apresentaram uma evolução mínima (para não dizer nula) ao longo da temporada. No primeiro semestre, Allegri chegou a brigar pela liderança da Serie A, porém, a metade final do campeonato registrou uma queda abrupta de rendimento. Isso ajuda a explicar o modesto 4º lugar e uma classificação à próxima Champions League aos trancos e barrancos.

O treinador, por sua vez, se sente desprotegido nos bastidores da Juve, principalmente com os rumores da busca por um substituto no mercado. Thiago Motta, que fez um 2023/24 histórico no Bologna, é um dos favoritos ao cargo. Ciente de tudo o que está acontecendo na Juventus e na mídia, Massimiliano Allegri explodiu e resolveu descontar sua insatisfação após ser campeão:

– Como todos aqui estão me demitindo, digo que deixo um time forte. O clube tem o direito de confirmar o técnico ou não, esbravejou Massimiliano Allegri aos jornalistas

Allegri tem contrato com a Velha Senhora até 30 de junho de 2025. Contudo, a tendência é que os dirigentes da Juventus negociem a rescisão do vínculo nas próximas semanas. Vale ressaltar que o treinador divulgou uma nota oficial desmentindo as agressões a Guido Vaciago, argumentando que tudo não passou de “uma acalorada briga verbal em razão da excitação do momento, durante a qual ambos se insultaram em voz alta”.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Formado em Jornalismo pela Unesp, é apaixonado por esportes, acima de tudo futebol. Ama escrever sobre o que acontece dentro e fora de campo. Após passar por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia, se juntou à equipe da Trivela com muita vontade de continuar crescendo.
Botão Voltar ao topo