Inglaterra

Seleção inglesa renova com o técnico Gareth Southgate até a Euro 2024

Semifinalista da última Copa do Mundo, Southgate renova contrato para dirigir a seleção inglesa até a próxima Eurocopa

O técnico Gareth Southgate renovou o seu contrato com a seleção inglesa por mais dois anos. O vínculo, que ia só até 2022. Semifinalista da Copa 2018 e finalista da Euro 2020 (realizada em 2021), o treinador ganhou prestígio desde que foi efetivado no cargo e surpreendeu pelo bom desempenho. O treinador também ganhou um aumento, o que leva o seu salário para algo em torno de £ 6 milhões anuais.

A proximidade de um título como foi na Eurocopa deixou uma boa impressão, ainda que o trabalho também tenha problemas. O futebol apresentado no mata-mata foi positivo, mais até que na Copa do Mundo. A Inglaterra conseguiu ir até a semifinal em 2018 aos trancos e barrancos, mas já foi além do que se esperava para o time, renovado e jovem. Os dirigentes consideraram que continuar o trabalho é o melhor caminho.

Já havia um acordo para a renovação desde a classificação da Inglaterra para a Copa do Mundo do Catar, com a vitória por 10 a 0 sobre San Marino, e as conversas já aconteciam com o diretor da Football Association (FA), John McDermott, e com o chefe executivo da entidade, Mark Bullingham. O próprio Southgate disse, depois daquele jogo com San Marino, que esperava que a renovação acontecesse sem problemas.

A chegada de Southgate à seleção inglesa aconteceu quase por acaso. Inicialmente, a FA escolheu Sam Allardyce para ser o técnico da seleção inglesa em julho de 2016. A ideia era trazer alguém para dar uma identidade ao time, mas parecia mais uma continuidade do que o time vivia com Roy Hodgson, o treinador anterior. O técnico já era cotado para a seleção há muito tempo e ele mesmo contou que em 2006 não assumiu o cargo pela falta de Power Point na FA (ao menos é o que ele diz).

Tudo certo, Big Sam, como é carinhosamente chamado na Inglaterra, ficou apenas 67 dias no cargo que ele dizia ser dos seus sonhos, com um jogo: uma vitória por 1 a 0 sobre a Eslováquia. Ele se meteu em um escândalo que o derrubou do posto, como explicamos por aqui. Ainda que ele não tenha cometido nenhum crime, o escândalo manchou a sua imagem por dar conselhos para empresários burlarem uma regra do futebol do país, o que é inadmissível para o técnico da seleção inglesa.

Foi nesse contexto que Southgate foi alçado a técnico do time. Ele treinava a equipe sub-21 na época e foi escolhido como técnico interino nos quatro jogos seguintes, enquanto a FA escolheria um novo treinador. Ele acabou ganhando força com bons resultados, com duas vitórias e um empate com a Espanha em amistoso e ganhou o posto em definitivo em novembro de 2016. Assinou contrato até 2020, que seria renovado até 2022. Agora, o contrato vai até 2024, para ele e o assistente Steve Holland.

“Estou muito satisfeito que Steve e eu pudemos estender nossa permanência nos nossos respectivos cargos. Continua sendo um incrível privilégio liderar este time”, afirmou Southgate. “Gostaria de aproveitar esta oportunidade de agradecer Mark, John e a diretoria pelo seu apoio e, é claro, os jogadores e a comissão técnica pelo seu trabalho duro. Tivemos uma grande oportunidade na nossa frente e eu sei que eles e os torcedores estão todos empolgados sobre o que este elenco pode conquistar no futuro”.

Foto de Felipe Lobo

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!). Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009, onde ficou até 2023.
Botão Voltar ao topo