Inglaterra

Segue o líder! Arsenal vai com tudo e vence o clássico contra o Tottenham

Baile do Arsenal no 1º tempo faz os Gunners abrirem 3 a 0 e segurarem a reação do rival na segunda metade do jogo

Nada melhor do que um domingo de clássico, né? O Arsenal, líder da Premier League, após vencer os Wolves por 2 a 0 na rodada passada, foi até a casa do rival Tottenham e mostrou que quer botar a mão no caneco de qualquer jeito. Os Gunners venceram por 3 a 2 o jogo agitado e que teve até bate boca de brasileiros.

O resultado foi importantíssimo para o Arsenal, que foca na Premier League após a eliminação na Champions. Com a vitória, o time chegou a 80 pontos no Campeonato Inglês. Manchester City, 2º colocado com 76 pontos e dois jogos a menos, e Liverpool, 3º na tabela com 75, ainda tem algumas rodadas para tentar passar o líder. Já o Tottenham segue na 5ª posição, com 60 pontos.

3 a 0 fora o baile no 1º tempo

O Arsenal não tomou conhecimento do Tottenham no 1º tempo. Logo aos 12 minutos, o impedimento salvou os donos da casa. Partey fez um lindo lançamento para Ödegaard que passou para Havertz e o atacante mandou para o fundo do gol, mas o bandeirinha invalidou.

Aos 15, a primeira bola parada matadora do Arsenal. Saka cobra escanteio e Hojbjerdg cabeceia para colocar para fora, mas a bola vai para dentro do próprio gol. Presentão do Tottenham para o Arsenal. Curiosidade: em setembro do ano passado, os times se enfrentaram e também teve gol contra dos Spurs no jogo. Naquele dia, Romero que marcou contra.

O Tottenham levou o gol, mas não abaixou a cabeça. Romero, esse mesmo do gol contra em 2023, tentou aos 18 numa cabeçada perigosa e aos 19, em outra cabeçada, mas a bola foi direto na trave. Embalados, os Spurs tentaram com Pedro Porro, que arriscou de fora da área e bola sobrou para o zagueiro Van der Ven aproveitar e mandar direto para o gol. A torcida vibrou muito no estádio, mas o VAR chegou com o balde de água fria: impedimento.

Pouco depois, outro balde de água fria. O Arsenal recuperou a bola na defesa e, num contra-ataque com lindo lançamento de Havertz, Saka recebeu a bola, se livrou da marcação de Davies e marcou um gol de novo. Clássico bombando e os visitantes aproveitando.

O Tottenham até que tentou pressionar a saída de bola, mas o líder da Premier League tava com muita sede de jogo. Aos 37, em mais um escanteio, Havertz sobe sozinho e cabeceou direto para o gol. É o baile do Arsenal no primeiro tempo. Son até que tentou diminuir após um lançamento de Pedro Porro, mas chutou direto para fora.

Emoção no 2º tempo, perfeito para um clássico inglês

Após ir para o intervalo tomando 3 a 0 em casa para o rival, é difícil reagir. Mas o Tottenham mostrou que é possível, contando, inicialmente, com uma ajudinha do Arsenal. Saliba recuou para o goleirão Raya, que se atrapalhou e errou feio na saída. Romero aproveita e marca para o Tottenham. Terceira finalização do zagueiro na partida, que estava vivendo um dia de atacante.

A torcida do Tottenham estava empolgada com o 1º gol e cantava alto no Tottenham Hotspur Stadium. A energia chegou no gramado, porque o time melhorou no segundo tempo, pressionou e conseguiu marcar de novo. O gol veio após uma falta de Rice dentro da área em Ben Davies e o VAR marcou pênalti. Son foi na bola com força e o goleiro Raya não alcançou.

Já no final do 2º tempo, os brasileiros Richarlison e Gabriel Magalhães se desentenderam dentro de campo e bateram boca. Nervos à flor da pele em um derby que tava pegando fogo. O esforço do Tottenham, entretanto, não foi o suficiente para conquistar um empate e até mesmo uma virada. O árbitro deu 6 de acréscimo, mas o placar final terminou na vitória de 3 a 2 do líder Arsenal.

Na próxima rodada, o Arsenal joga em casa, dessa vez contra o Bournemouth, no sábado, dia 4/5, às 8h30. Já o Tottenham recebe o Liverpool, que também tá de olho no título, no domingo, 5/5, às 12h30.

Foto de Gabriella Telles

Gabriella Telles

Gabriella Telles é nascida e criada no subúrbio do Rio de Janeiro. Se formou em Jornalismo pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e já trabalhou na TNT Sports. Apaixonada por futebol, pagode e corrida.
Botão Voltar ao topo