InglaterraItália

Rumo ao Milan, Giroud se despede do Chelsea: “Obrigado pelos momentos especiais”

O atacante francês de 34 anos foi campeão da Champions League, da Liga Europa e da FA Cup em três anos e meio com a camisa do Chelsea

Olivier Giroud deve em breve ser confirmado como novo reforço do Milan e até já enviou uma mensagem de despedida para o Chelsea, clube que lhe deu o título da Champions League e com o qual teve uma relação de altos e baixos. O atacante francês de 34 anos está o mais confirmado possível sem uma oficialização como novo jogador rossonero, após chegar a uma clínica para testes físicos com uma máscara com o escudo do clube italiano e de o diretor técnico Paolo Maldini confirmar a sua contratação.

Segundo o Football Italia, ele já assinou um contrato por duas temporadas, com opção de mais uma, para encerrar a sua passagem de três anos e meio pro Stamford Bridge, durante a qual ele conquistou a Champions League, a Liga Europa e a Copa da Inglaterra

Giroud deixa o Chelsea com 39 gols em 119 partidas. Uma média de um a cada três jogos que se torna mais relevante considerando quantas vezes ele foi reserva. Em tempo no gramado, marcou uma vez a cada 146 minutos (pouco mais de um jogo e meio) e salvou o Chelsea em algumas situações especialmente nas últimas duas temporadas.

Giroud tentou sair do Chelsea em janeiro de 2020. Não conseguiu, porque o clube não encontrou uma reposição, e acabou ficando. Recebeu chances de Frank Lampard e correspondeu com gols importantes contribuíram para a vaga na Champions League da temporada seguinte – a que o Chelsea, no fim, venceu. O seu papel foi premiado com um novo contrato.

Nova temporada, e a mesma história de novo. Manifestou o desejo de sair para se garantir na Euro 2020 porque não estava sendo muito utilizado. Sem negócio, ficou, e chegou a marcar quatro vezes contra o Sevilla em dezembro, pela Champions. Mas dessa vez não conseguiu ajudar muito na reta final da temporada e encerrou de vez a sua passagem pelo Chelsea.

Seu último gol pelo clube foi em fevereiro, na 24ª rodada, contra o Newcastle. “A todos os Blues, aos meus companheiros, a todos meus treinadores, a todo o clube, um enorme obrigado por todos esses momentos especiais”, escreveu no Twitter. “Estou começando uma nova jornada com o coração leve e feliz. Nossas vitórias na Copa da Inglaterra, na Liga Europa e na Champions League foram magníficas. Com amor, Oli G”.

No Milan, Giroud não chega necessariamente para ser titular, mas pode ter mais chances. O principal atacante, Zlatan Ibrahimovic, tem 39 anos e passou períodos da última temporada afastado por problemas físicos. As opções são Ante Rebic deslocado ao centro do ataque ou o jovem Rafael Leão. Muito útil em todos os clubes que passou, e na seleção francesa, Giroud pode mais do que quebrar o galho quando for acionado pelo técnico Stefano Pioli.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo