Premier League

Liverpool sofre até demais, mas vence Fulham e segue na briga pela Premier League

Na briga pela liderança da Premier League, o Liverpool tem mais motivos para comemorar o resultado do que sua atuação diante do Fulham

Neste domingo (21), o Liverpool venceu o Fulham por 3 a 1, no Craven Cottage, pela 34ª rodada da Premier League. Com o resultado, os Reds assumiram provisoriamente a vice-liderança do campeonato com 74 pontos, empatados com o líder Arsenal, que está à frente pelo critério de desempate. Contudo, o Manchester City ainda joga na rodada. Já os Cottagers ficaram na 12ª posição com 42 pontos.

Só que o placar engana como foi o jogo. O Liverpool tem mais motivos para comemorar os três pontos do que necessariamente o futebol apresentado contra o Fulham. Isso porque os Reds tiveram a bola, mas em vários momentos, não souberam transformar essa posse em grandes chances de gol. Os Cottagers dificultaram a vida do rival, que poderia ter tido mais criatividade em meio à luta pelo título inglês.

Com um final de temporada — e fim da era Jürgen Klopp — bem abaixo do esperado, com eliminações na Copa da Inglaterra e na Liga Europa, o Liverpool conquistou um triunfo da tranquilidade durante conturbado. Saber aproveitar as falhas do Fulham foi um mérito. Os Reds estão vivos na Premier League, e superar os Cottagers, fora de casa, da maneira que foi, pode ser usado como combustível daqui para frente.

Como foi Fulham x Liverpool pela Premier League

Como esperado, o Liverpool partiu para cima do Fulham visando controlar a partida através da posse de bola. E essa foi uma realidade no 1º tempo. O problema é que os Reds tiveram muitas dificuldades em furar a defesa dos Cottagers, o que ajuda a explicar a falta de finalizações de perigo frente ao volume de jogo. Tanto que o placar só foi aberto graças à bola parada.

Em uma cobrança de falta frontal, Alexander-Arnold mostrou toda sua técnica ao colocar a bola no ângulo, uma bola indefensável para Leno. Contudo, o Fulham começou a gostar mais do jogo depois de sair atrás no placar, e não demorou muito para o Liverpool ceder. Nos últimos minutos da etapa inicial, os Reds vacilaram lá atrás e acabaram permitindo o chute de Castagne.

Para o alívio do torcedor

Para o 2º tempo, o Liverpool continua pressionando o Fulham sabendo da importância dos três pontos para a briga pelo título da Premier League. Apesar da falta de criatividade, os Reds tiveram méritos em subir sua marcação para forçar o erro na saída de bola dos Cottagers. E esse foi o roteiro do gol de Gravenberch, que aproveitou uma bobeira defensiva do rival para acertar um chutaço.

E o Liverpool continuou com a mesma estratégia, pois sabia que, se recuasse, o Fulham poderia empatar novamente. Em busca da tranquilidade (no jogo e na reta final da temporada), os Reds foram premiados por sua imposição ofensiva: Gakpo enfiou um bolão para Diogo Jota, entre a defesa. Ele saiu em disparada e entrou na área para castigar os Cottagers.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Formado em Jornalismo pela Unesp, é apaixonado por esportes, acima de tudo futebol. Ama escrever sobre o que acontece dentro e fora de campo. Após passar por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia, se juntou à equipe da Trivela com muita vontade de continuar crescendo.
Botão Voltar ao topo