Inglaterra

Pochettino derrete no comando do Chelsea, e até esposa de Thiago Silva pede por mudanças

Com o Chelsea indo de mal a pior, até mesmo a esposa de Thiago Silva mandou uma indireta para Mauricio Pochettino em suas redes sociais

A sensação é que tudo vai de mal a pior no Chelsea. Após a derrota vexatória para o Liverpool por 4 x 1, os Blues voltaram a ser goleados no último domingo (4), quando perderam para o Wolverhampton por 4 x 2, em Stamford Brigde, pela 23ª rodada da Premier League. Com o resultado, a equipe de Mauricio Pochettino voltou para a parte debaixo da tabela, ocupando a 11ª colocação com 31 pontos.

Em meio a esse cenário, as atenções se voltam para o treinador, que já divide opiniões. E quem se junta às críticas dos torcedores do Chelsea é a esposa de Thiago Silva, uma das lideranças do elenco. Através de suas redes sociais, Isabelle da Silva publicou uma mensagem sem citar o nome de Pochettino, mas que foi visto como uma indireta bem clara ao argentino:

“É hora de mudar. Se você esperar mais, será tarde demais”, escreveu Belle Silva em seu X (ex-Twitter).

A declaração da esposa de Thiago Silva abriu brechas para interpretar um possível pedido para a demissão do técnico dos Blues. O próprio Mauricio Pochettino falou em mudanças durante sua coletiva após a derrota humilhante para os Wolves. O problema é que o argentino não detalhou como pretende tirar o Chelsea desse buraco no processo de reformulação imposto por Todd Boehly e a Clearlake Capital:

“No momento não estamos refletindo a história do clube, isso é verdade e precisamos aceitar isso. Precisamos ser críticos, mas não desistir. Vamos trabalhar muito para tentar mudar… Talvez tomar decisões tentando encontrar as coisas de uma maneira diferente, se não estiver funcionando dessa forma, para tentar encontrar soluções diferentes”.

Indireta de Isabelle da Silva pode ser um mau presságio para Pochettino

A indireta de Isabelle da Silva pode ser um mau presságio para Pochettino no Chelsea. Isso porque não é a primeira vez que a esposa de Thiago Silva critica o treinador dos Blues. Em fevereiro de 2023, ela curtiu um tweet de um perfil que chamava Graham Potter de um técnico “caloteiro e sem tática”. Curiosamente, o inglês foi demitido do cargo duas semanas depois.

É claro que Belle Silva não toma decisões sobre o futuro do Chelsea nos bastidores, mas isso dá indícios de que a paciência com Mauricio Pochettino está diminuindo em Londres. Com contrato até junho de 2026, o treinador segue trabalhando para convencer a torcida dos Blues que a reconstrução é possível. Mesmo assim, o argentino precisa resolver problemas urgentes em Stamford Bridge.

O que acontece com o Chelsea?

Desde a chegada do novo dono, o Chelsea já gastou £ 1 bilhão (cerca de R$ 6,2 bilhões) em reforços nas últimas temporadas. Contudo, a maioria das contratações ainda não teve o impacto esperado. Christopher Nkunku, por exemplo, perdeu o início da temporada por conta de uma lesão. Agora à disposição, o atacante dos Blues foi anulado pela defesa do Wolverhampton.

Contratação mais cara da história da Premier League, Moises Caicedo também não tem feito a diferença no Chelsea, enquanto Enzo Fernández (que também custou caro) pouco impacta o meio-campo. E quem tem sua parcela de culpa nisso tudo é o próprio Pochettino. Pegue como exemplo as funções realizadas por Ben Chilwell e Malo Gusto na última partida.

Os laterais deram dinamismo no ataque dos Blues contra os Wolves. Por outro lado, o ímpeto ofensivo de Chilwell e Gusto deixaram Thiago Silva e Axel Disasi vulneráveis atrás – o que ditou a goleada sofrida em casa. O técnico do Chelsea precisa acertar esses (não tão) pequenos detalhes para que a equipe apresente uma melhora coletiva. Com isso, é possível que as individualidades também sejam impactadas positivamente.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus CristianiniRedator

Jornalista formado pela Unesp, com passagens por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia. Na Trivela, é redator de futebol nacional e internacional.
Botão Voltar ao topo