Inglaterra

Pochettino dá ultimalto a jogadores do Chelsea após briga por cobrança de pênalti

Nicolas Jackson, Madueke e Cole Palmer discutiram para decidir quem cobraria penalidade máxima aos 15 do segundo tempo

O Chelsea deu um show diante do Everton, goleando em casa pelo placar de 6 a 0, no encerramento da 33ª rodada da Premier League nesta segunda-feira (15). Contudo, nem mesmo o belo espetáculo apresentado pelos comandados de Pochettino escondeu um curioso fato ocorrido aos 15 minutos da etapa complementar. Naquela altura, o jogo estava 4 a 0 em favor do time londrino e Madueke foi derrubado na área. Paul Tierney anotou penalidade máxima, e ao menos três jogadores da equipe brigaram para decidir quem seria o cobrador do pênalti.

Cole Palmer é o cobrador oficial do Chelsea, mas Madueke e Nicolas Jackson discutiram com Gallagher, capitão do time, reivindicando a possibilidade de cobrar a penalidade. O episódio deixou Pochettino chateado, e após a partida o treinador argentino foi claro ao dizer que não quer mais ver esta situação se repetindo dentro do time.

“Não posso aceitar esse tipo de comportamento. Eu disse a eles que é a última vez que quero ver esse tipo de situação. É impossível ter esse tipo de comportamento depois dessa apresentação. Se queremos ser uma grande equipe, temos de mudar e pensar de forma coletiva”, afirmou Pochettino. 

Técnico do Chelsea se desculpa após incidente

Pochettino ainda lamentou o fato de seus jogadores terem brigado por uma cobrança de pênalti, quando o jogo estava praticamente definido. Para o treinador argentino, o ocorrido demonstrou certa imaturidade do time, que ainda é jovem e tem muito a evoluir, principalmente na questão coletiva. Apesar do incidente, o futebol apresentado pelo Chelsea, principalmente no primeiro tempo, causou uma ótima impressão. A equipe londrina conseguiu abrir 4 a 0 de vantagem nos 45 minutos iniciais.

“É uma pena. É um processo para uma equipe jovem que precisa aprender muito. Preciso pedir desculpas porque torcedores do mundo inteiro estão vendo esse tipo de situação depois do 4 a 0 para brigar por um pênalti. Eles precisam aprender e ser profissionais. Precisamos estar focados no coletivo. É um exemplo claro de que é um processo que ainda precisamos aprender”, reiterou o técnico do Chelsea. 

Cole Palmer tentou minimizar a discussão

Autor de quatro gols na tarde desta segunda-feira, Cole Palmer tentou minimizar a gravidade da discussão envolvendo Madueke e Nicolas Jackson antes da cobrança de pênalti que culminou no quinto gol do Chelsea. O meia-atacante afirmou que a disputa entre os jogadores demonstrava a vontade de todos em fazer o melhor pelo time, e a responsabilidade de se entregar ao máximo em campo. Apesar de considerar a reação de seus companheiros exagerada, disse ainda que todos riram da situação no vestiário.

“Outros jogadores queriam pegar a bola, mas eu sou o cobrador de pênaltis e queria bater. Acho que estamos mostrando que todos querem assumir a responsabilidade. Pode ser um pouco exagerado, mas todos querem ganhar, estamos rindo e brincando sobre isso”, disse Cole Palmer. 

Com a goleada diante do Everton, o Chelsea alcançou os 47 pontos na tabela da Premier League e está mais próximo da zona de classificação para a Conference League. Na nona colocação da competição, o time londrino encostou no Newcastle, sexto colocado com 50 pontos. O próximo compromisso dos comandados de Pochettino será o Arsenal, no Emirates Stadium, em jogo atrasado da 29ª rodada.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Esse é Lucas de Souza, redator e repórter do Futebol na Veia e da Trivela. Jornalista especializado em Marketing digital é também narrador do Portal Futebol Interior e da RP2Marketing.
Botão Voltar ao topo