Inglaterra

Harry Kane não se apresenta para pré-temporada para forçar saída do Tottenham

Com interesse e até proposta já feita pelo Manchester City, Kane quer reunião com presidente para dizer que quer sair do Tottenham

O atacante Harry Kane não se apresentou para a pré-temporada do Tottenham, como era esperado nesta segunda-feira. Ele deveria ter se apresentado para começar a trabalhar com o novo técnico do time, Nuno Espírito Santo, mas não apareceu. Ele tenta forçar a sua saída do clube, sabendo que há uma proposta para ir ao Manchester City, atual campeão inglês, por um valor que seria recorde – a proposta seria na casa dos £ 100 milhões.

Kane quer uma conversa com o presidente do Tottenham, Daniel Levy, e reforçar a sua posição de deixar os Spurs. Ele quer ir para o Manchester City, onde teria mais chances de título. O jogador está insatisfeito e está sem paciência para esperar que o clube tenha condições de ganhar títulos. Kane estava disposto a deixar os Spurs se o clube não conseguisse se classificar à Champions League, como acabou acontecendo.

Na visão de Kane, há um “acordo de cavalheiros” com Daniel Levy para deixar o clube se recebesse uma proposta adequada de um rival da Premier League. Os £ 100 milhões propostos pelo Manchester City seriam exatamente isso. O Tottenham, porém, quer £ 150 milhões por Kane, por ser um dos melhores da sua posição no futebol europeu. Além de Kane, o Manchester City está de olho também em Jack Grealish, companheiro de seleção inglesa, e está em negociações para contratar o jogador, avaliado em £ 100 milhões.

O problema disso tudo é que Kane renovou o seu contrato com o Tottenham em 2018 e estendeu seu vínculo com o clube até 2024. Ele acredita que o clube piorou nesse período e está mais distante agora do que naquela época de ganhar um título. Em 2019, o Tottenham chegou à final da Champions League e acabou derrotado pelo Liverpool. Foi o último grande momento de Mauricio Pochettino no comando do clube. Meses depois, ele seria demitido.

Desde aquele momento, é justo dizer que o Tottenham piorou. Veio José Mourinho, que não teve sucesso em levar o time a um título e nem ter um bom desempenho. Depois disso, as coisas ficaram piores e o time passou longe de chegar à Champions League nesta temporada.

Aos 28 anos, Kane sabe que uma transferência agora aproveitaria seus melhores anos ainda para tentar títulos relevantes. É um atacante do mais alto nível e acredita que no Tottenham não conseguirá tudo que deseja. É uma vontade legítima, mas o Tottenham também tem o direito de cobrá-lo pelo contrato que o jogador assinou em 2018. Os Spurs sabem que não conseguirão uma reposição para o jogador e, por isso, querem cobrar o mais caro possível. Ainda mais se a transferência for para um rival local, como o Manchester City.

Com isso, o Tottenham já tem monitorado vários atacantes, como Dusan Vlahovic, da Fiorentina, que tem 21 anos e é visto como um jogador com potencial a chegar no mais alto nível. Será uma negociação difícil. Os ingleses sempre precisam pagar mais caro, porque os clubes sabem que eles têm dinheiro. E ainda mais nesse caso, que o Tottenham deve ter a carteira cheia com a possível venda de Kane.

Ao menos os torcedores do Tottenham podem contar com a renovação de outro jogador fundamental ao clube, Heung-min Son.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo