Copa da Inglaterra

Mais do que empate com o Bristol City: lesões de Paquetá, Bowen e Mavropanos preocupam o West Ham

Empatar em casa e precisar do segundo jogo na Copa da Inglaterra é ruim, mas as contusões de Lucas Paquetá, Jarrod Bowen e Konstantinos Mavropanos foram as piores notícias para o West Ham

Pela terceira fase da Copa da Inglaterra, o West Ham empatou em 1 a 1 com o Bristol City neste domingo (7) no Estádio Olímpico de Londres. O resultado não foi nada bom para os Hammers, que mesmo dentro de casa não conseguiram derrotar o atual 11º colocado da Championship (equivalente à segunda divisão inglesa) e precisarão de uma segunda partida em um calendário já cheio para definir quem avançará para próxima fase. Mas esta não foi nem de longe a pior notícia para o técnico David Moyes.

O West Ham viu nada mais do que três jogadores titulares se lesionarem durante a partida contra o Bristol City. Dois deles ainda são talvez os dois grandes destaques da equipe: o brasileiro Lucas Paquetá e o inglês Jarrod Bowen. O terceiro é o grego Konstantinos Mavropanos, que assumiu um papel de mais destaque na zaga recentemente.

A lesão na panturrilha de Paquetá

Paquetá foi o primeiro a se lesionar, precisando ser substituído logo aos 14 minutos do primeiro tempo. O meio-campista sentiu dores na panturrilha esquerda, problema que já havia o deixado de fora do empate sem gols com o Brighton na terça-feira (2) pela Premier League.

Segundo o The Athletic, as dores na panturrilha começaram durante o aquecimento antes da vitória sobre o Arsenal, ainda no dia 28 de dezembro. Na ocasião, o brasileiro pediu substituição aos 33 minutos da primeira etapa. Agora, o novo problema deixa dúvidas sobre a gravidade da lesão e o período de recuperação necessário.

— Eu estou mais desapontado com (a lesão do) Paquetá. Nós o recuperamos e ele sai depois de cinco ou dez minutos. Todos entendemos que estava tudo bem porque ele treinou ontem, mas obviamente algo deve estar incomodando ele. É a mesma lesão — afirmou Moyes em entrevista coletiva após o jogo.


Nesta temporada, Lucas Paquetá é o terceiro jogador com mais participações diretas em gols do West Ham. Em 27 partidas até aqui, foram cinco bolas na rede e seis assistências, feitos que o colocam em quarto lugar na lista de artilheiros da equipe e em segundo na de garçons.

Bowen e Mavropanos

Jarrod Bowen, por sua vez, se lesionou nos acréscimos do empate com o Bristol City. O atacante inglês sentiu o tornozelo esquerdo e só conseguiu deixar o gramado com a ajuda de dois membros da equipe de fisioterapia do West Ham. Apesar do tipo ou gravidade da contusão não ter sido informado ainda, estima-se que o camisa 20 perca os próximos compromissos dos Hammers.

Com 14 gols e cinco assistências em 26 participações, Bowen é o artilheiro e o jogador com mais participações diretas pelo West Ham na temporada 2023/24. Foi ele quem abriu o placar diante do Bristol City, aproveitando o grande lançamento de pé direito de Lucas Paquetá logo aos quatro minutos de jogo.

Por fim, Konstantinos Mavropanos foi substituído aos 39 minutos do primeiro tempo após cair desajeitadamente em campo em uma dividida. O zagueiro grego estava em seu melhor momento desde que chegou ao West Ham na janela de transferências do último verão europeu, sendo titular nas últimas cinco partidas e marcando um gol na vitória por 2 a 0 sobre o Arsenal. Sem o defensor, os Hammers cederam o empate ao Bristol City na segunda etapa e viram a sequência de três compromissos seguidos sem sofrer gol acabar.

— É aquele época da temporada, você pode ter lesões. Nós temos visto isso ao longo dos anos. Tivemos muita sorte nesta temporada pois não tivemos muitas lesões. Com sorte, vamos descobrir que eles estão bem, mas temos de esperar e ver — minimizou David Moyes.

Outros desfalques e calendário apertado

As lesões de Lucas Paquetá, Jarrod Bowen e Konstantinos Mavropanos ficam ainda mais preocupantes levando em conta os outros desfalques que o West Ham tem neste momento. Vice-artilheiro da equipe com nove gols na temporada e outro pilar no esquema de David Moyes, o atacante Mohammed Kudus está com a seleção de Gana se preparando para a Copa Africana de Nações e pode ser baixa até a metade de fevereiro.

Reserva natural de Bowen e Kudus, o centroavante Michael Antonio também está indisponível. Com uma lesão no joelho, ele não entra em campo desde o dia 12 de novembro e recentemente sofreu um agravamento da contusão durante uma sessão de treinamento. Com isso, Danny Ings, Said Benhrama e Divin Mubama são as opções de ataque restante dos Hammers, mas juntos somam apenas uma assistência e nenhum gol nesta temporada.

Na defesa, a equipe londrina também não conta com Nayef Aguerd, que está com a seleção de Marrocos para a disputa da Copa Africana de Nações. Sem Mavropanos, Angelo Ogbonna e Kurt Zouma são os únicos dois zagueiros de origem à disposição de Moyes no momento.

O próximo compromisso marcado do West Ham é contra o Sheffield United, pela Premier League, no dia 21 de janeiro. Antes, no entanto, terá de enfrentar o Bristol City fora de casa pelo replay da terceira fase da Copa da Inglaterra. Desde o fim da última Data Fifa, que terminou no dia 21 de janeiro, os Hammers disputaram 12 partidas por quatro competições diferentes. Em média, foi um jogo realizado a cada 3,5 dias.

Foto de Felipe Novis

Felipe NovisRedator

Felipe Novis nasceu em São Paulo (SP) e cursa jornalismo na Faculdade Cásper Líbero. Antes de escrever para a Trivela, passou pela Gazeta Esportiva.
Botão Voltar ao topo