Inglaterra

Arteta acredita “mentalidade contagiosa” de Gabriel Jesus vai inspirar o Arsenal

Maior contratação do Arsenal na temporada, Gabriel Jesus fez uma pré-temporada empolgante pelo clube e técnico vive expectativa de ver sua contribuição na Premier League

A Premier League começa nesta sexta-feira e terá o Arsenal visitante o Crystal Palace. A partida marca a estreia de Gabriel Jesus em jogos oficiais pelo clube após a sua transferência de £ 45 milhões vindo do Manchester City. A sua pré-temporada foi empolgante, com sete gols em cinco amistosos. No último desses jogos, contra o Sevilla, ele fez um hat-trick. Não por acaso, o técnico Mikel Arteta está surpreso com a adaptação rápida do brasileiro e acredita que ele poderá inspirar o time e trazer uma grande contribuição ao Arsenal.

“Quando você traz grandes jogadores que vem de grandes clubes onde eles foram extremamente bem-sucedidos nos últimos anos, eles vão criar expectativa”, afirmou Arteta. “O papel que Gabriel tem agora será diferente ao que ele tinha no seu clube anterior, isso precisa de alguma adaptação e algum tempo”.

“Ele fez isso fantasticamente bem, estamos surpresos com a rapidez com que ele fez isso, mas temos que compartilhar essa responsabilidade. Ele é um talento enorme, um jogador com mentalidade que é contagiosa, e ele nos dará muito, mas é uma contribuição ao time no fim do dia”.

Contratações e boa pré-temporada geram expectativa positiva

Arteta certamente espera um início de temporada melhor do que na última, quando estreou perdendo para o recém-promovido Brentford, a primeira de três derrotas nos três primeiros jogos do clube na Premier League. Naquele momento, a pressão foi enorme e a sua posição passou a ser questionada como técnico do clube.

A perspectiva agora é completamente diferente. Primeiro porque a temporada terminou com o time em quinto, jogando bom futebol e lutando pela vaga na Champions League até o final – acabou perdendo a vaga na reta final para o rival Tottenham, o que foi dolorido, mas não invalida tudo o que aconteceu ao longo do ano.

“É diferente, tudo que aconteceu antes daquele jogo [contra o Brentford] foi muito estranho e único, a preparação, a pré-temporada que tivemos. Agora é um contexto diferente, estamos muito empolgados, ansiosos pela nova temporada e tentaremos começar da melhor forma possível. É assim que fizemos a nossa preparação”, afirmou o treinador.

Quando perguntado se o time agora teria a sua cara, ele minimizou isso. “Sempre foi o meu time, esses são os nossos jogadores e sempre temos intenção de tirar o melhorar deles. É verdade que reduzimos e mudamos o elenco massivamente nas duas últimas janelas e sentimos que agora os jogadores que temos são mais específicos e melhores para a maneira como queremos jogar”, declarou.

Arsenal segue ligado no mercado

A chegada de Gabriel Jesus foi a principal contratação do Arsenal, mas o clube ainda trouxe Oleksandr Zinchenko, Fabio Vieira, Marquinhos e Matt Turner. Arteta afirmou que o clube segue ativo no mercado e de olho em reforços. “Estamos realmente ativos, como vocês podem ver, com entradas e saídas. Como vocês podem ver, tudo ainda está aberto, é uma longa janela”, declarou o técnico.

“Muita coisa aconteceu, é incrível como quantos negócios os clubes fizeram em toda Premier League e isso mostrar como esta temporada será competitiva, não irá parar. Alguns jogadores precisam sair, alguns precisam se transferir, e tudo ainda está aberto”, continuou Arteta.

A estreia do Arsenal será a abertura da Premier League, nesta sexta-feira. O time enfrenta o Crystal Palace, fora de casa, às 16h, com transmissão da ESPN e do Star+ (veja mais na Programação de TV).

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo