Games

SEMANA ULTIMATE: Rulebreakers traz injeções de status em Haaland, Casemiro e Alexander-Arnold

Novo evento do FIFA Ultimate Team escolhe uma característica do jogador e aumenta muitos pontos no upgrade

O Semana Ultimate desta sexta-feira traz um evento tradicional do Ultimate Team. O Rulebreakers tem como premissa alterar o perfil convencional, escolhendo uma característica e aumentando significativamente o rendimento. No primeiro time, Erling Haaland e Casemiro são os jogadores com maior classificação, overall 90. Além deles, Trent Alexander-Arnold, Antonio Rüdiger e Ousmane Dembélé são destaques da nova atração.

Cartas mais valorizadas no mercado, Haaland e Dembélé estão custando em torno de 1 milhão de coins e se tornaram sonho de qualquer jogador no FUT. O francês do Barcelona já é meta na sua carta ouro – muito rápido, ágil e com 5 de drible e 5 de perna ruim – e recebeu um salto de qualidade em finalização, com 9 pontos a mais. O caso de Haaland é diferente: o norueguês não estava sendo utilizado, mas agora recebeu uma versão de classificação 90 muito forte. Além de correr 90 e finalizar 87, o jogador do Dortmund recebeu mais 25 pontos de passe. O único defeito da carta é a falta de drible e perna ruim – tem apenas 3 nos dois quesitos.

Rulebreakers, do FIFA 22 no Ultimate Team

Antonio Rüdiger já contava com uma cartinha ouro de classificação 83 e saltou para uma versão 86 que vai aterrorizar atacantes. O zagueiro do Chelsea é muito firme nas divididas e pode correr 94 com o entrosamento “Sombra”. Custando pouco mais de 400 mil coins, ele fecha o pódio de cartas mais caras do Rulebreakers até agora.

Casemiro e Alexander-Arnold são dois casos de ótimos jogadores na vida real, mas que não são muito utilizados no Ultimate Team. Com as novas versões especiais, ambos devem começar a figurar em times. O brasileiro recebeu 13 pontos de finalização, mas é o upgrade de velocidade que faz ele ser utilizável. Como é um jogador defensivo e pesado in game, não vale a pena colocá-lo como segundo volante para se aproveitar da batida de fora da área. Já o jogador do Liverpool recebeu 11 pontos de ritmo e agora corre o bastante para fazer a lateral com qualidade. Sendo um jogador ágil e bom passe, ele também pode ser utilizado como volante ou segundo volante.

Melhor jogador por objetivo 

Os objetivos realizados em amistoso não são uma unanimidade entre os jogadores de FUT. O fato de não haver premiação nos amistosos e a falta de cartas atrativas são dois dos principais fatores deste distanciamento. Nesta semana, isso pode ser diferente. Michail Antonio, do West Ham, recebeu uma carta especial de classificação 84 e um upgrade de 12 pontos de finalização.

Apesar de ter apenas 3 de perna ruim – que prejudica muito para um atacante – ainda é uma carta muito completa e que vale a pena investir tempo para fazer. Como recebeu a nova nacionalidade jamaicana, o link é apenas com jogadores da Premier League. Na maioria dos times, chega para ser um bom substituto. Para o Antonio, a melhor carta de entrosamento é o “Motorzinho”.

Qual jogador escolher no DME?

Pela primeira vez no FIFA 22, a EA Sports disponibilizou um Desafio de Montagem de Elenco com escolha entre dois jogadores. No caso, Cristopher Nkunku, do RB Leipzig, salta de uma carta 81 para duas versões especiais de classificação 86.

A escolha fica a cargo de receber 11 pontos de finalização ou 12 a mais de passe. Caso decida fazer o DME, a melhor escolha é a carta com 93 status de passe. Caso vá utilizá-la como armador, o melhor entrosamento é “Caçador”. Se for escalar como segundo volante, que é onde ela vai render ainda mais, pode escolher entre “Sombra” e “Âncora”.

Mostrar mais

João Belline

Jornalista de formação, louco dos esportes por opção. Depois de muito escalar Cartola, jogar Winning Eleven, escrever escalação dos sonhos no caderno e topar o dedão na rua, falar sobre futebol virou uma necessidade. É mais um leitor que buscou espaço no time da Trivela e entende que futebol está acima do clube.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo