Futebol feminino

Uefa anuncia mudança no formato da Champions League feminina e projeta criação de nova competição

Novo modelo da Champions League feminina vai replicar a masculina, deixando de ter uma fase de grupos para ter uma liga com 18 times

Neste sábado (2), a Uefa anunciou que a Champions League Feminina passará por uma grande reformulação em sua fase de grupos a partir da temporada 2025/26. A entidade organizadora do futebol da Europa ainda informou que uma nova competição será lançada. Tais decisões foram acordadas em uma reunião do Comitê Executivo do órgão em Hamburgo, na Alemanha.

“O Comitê Executivo da Uefa aprovou um novo formato para a Champions League Feminina, que consiste em uma fase da liga com 18 times, três jogos em casa e três fora, seguida por rodadas de mata-mata”, disse a Uefa em comunicado.

A Uefa pontuou que seu Comitê Executivo também aprovou “a criação de uma segunda competição europeia para os clubes femininos, com as mudanças entrando em vigor na temporada 2025/26”. Além disso, o comitê confirmou o calendário de jogos da Euro Feminina 2025 na Suíça, com a final a ser disputada no St Jakob-Park, na Basileia, dia 27 de julho.

A entidade encerrou os recados dizendo que dará mais detalhes sobre as competições no dia 4 de dezembro.

Como é o atual formato da Champions League Feminina?

No atual formato, a Champions League Feminina conta com 16 times disputando a fase de grupos. As equipes são divididas em quatro chaves de quatro, com jogos em casa e fora. Os dois primeiros classificados de cada agrupamento avançam para a fase mata-mata.

As quartas de finais e semifinais são disputadas em partidas de ida e volta. Já a grande decisão é realizada em sede neutra e jogo único. Vale destacar que quatro equipes (campeãs das ligas domésticas) se classificam diretamente para a fase de grupos, enquanto o restante compete em um sistema de playoffs.

Panorama da atual edição da Champions Feminina

Atual bicampeão da Champions Feminina, o Barcelona tenta o tricampeonato nesta temporada. E começou muito bem. O clube catalão tem 100% de aproveitamento (duas vitórias em dois jogos) e lidera o Grupo A da competição, seguido pelo Eintracht Frankfurt (3 pontos).

No Grupo B, Lyon e Sportsklubben Brann disputam cabeça a cabeça a liderança da chave. Neste momento, a equipe francesa leva vantagem por conta do quesito gols marcados (11 contra 3 dos noruegueses). Zerados, SKN St. Pölten e Slavia Praha completam a configuração da tabela.

Já no Grupo C, três clubes brigam por duas vagas. Com quatro pontos conquistados, Roma e Bayern de Munique ocupam liderança e vice-liderança respectivamente. Na terceira colocação, o Ajax aparece com três pontos. Zerado, o Paris Saint Germain amarga a lanterna.

Por fim, o Grupo D abarca a maior surpresa da Champions Feminina até o momento. O BK Häcken FF, da Suécia, lidera a chave com seis pontos, à frente de Chelsea e Real Madrid.

Maiores campeãs da Champions League Feminina

  • Lyon – 8 títulos
  • Frankfurt – 4 títulos
  • Barcelona, Postdam, Umea e Wolfsburg – 2 títulos
  • Arsenal e Duisburg – 1 título
Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Apaixonado por futebol, uniu o amor pelo esporte mais popular do mundo ao jornalismo. Carioca da gema e grande entusiasta da Premier League, cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na música, vai de Post Malone a Armandinho. Eclético assim como na área técnica. Afinal, Guardiola e Mourinho são suas referências.
Botão Voltar ao topo