Champions LeagueEuropa

O rosto de Van Gaal e a reação de Giggs dizem tudo sobre o pênalti perdido por Chicharito

O Manchester United teve uma noite para celebrar em Bruges, na Bélgica. Depois de vencer por 3 a 1 o jogo de ida, bateu o Club Brugge por 4 a 0 fora de casa, com três gols de Rooney, e confirmou a vaga na fase de grupos da Champions League. Mas nem só de boas notícias foi feita a atuação do time. Lembrando os velhos tempos, Chicharito perdeu a oportunidade de se firmar como uma opção confiável para o treinador. Após o pênalti que perdeu, a impressão do chefe ficou clara.

VEJA TAMBÉM: Qual a melhor maneira de acabar com uma seca de gols? Para Rooney, com três deles

O Manchester United já vencia por 4 a 0 quando o o Club Brugge cometeu o pênalti. Com a classificação mais do que garantida e o placar largo, os Red Devils pensaram em quem mais precisava de um gol, e Chicharito foi para a cobrança. O escorregão do pé de apoio no maior estilo John Terry atrapalhou, e o mexicano mandou a bola pela linha de fundo. A reação instantânea de Van Gaal resumiu o sentimento de quem tem esperado algo do atacante nos últimos anos. Uma encarada para Ryan Giggs, que responde com uma cara de “fazer o quê?”, dando até a impressão de que a ideia tivesse sido do galês. Sorte de Chicharito que o treinador deve estar de bom humor depois da maneira como o ataque do time funcionou.

O pênalti:

E a reação de Van Gaal e Giggs:

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo