Liga Europa

Invictos para sempre? Bayer Leverkusen amassa a Roma e se aproxima da Tríplice Coroa

O Bayer Leverkusen fez o que quis com a Roma na semifinal da Liga Europa e tem tudo para terminar a temporada sem perder um jogo sequer

Nesta quinta-feira (2), o Bayer Leverkusen venceu a Roma por 2 a 0, no Estádio Olímpico, pelo jogo de ida semifinal da Liga Europa. Com o resultado, os Werkself podem até perder por um gol na BayArena para sacramentar a classificação à final do torneio. Por outro lado, os Giallorossi terão que ganhar por três ou mais gols de diferença para ficarem com a vaga. Um triunfo por dois gols de diferença leva para a prorrogação e, se necessário, pênaltis.

Mais do que isso, o Bayer Leverkusen continua invicto na temporada. Campeão da Bundesliga com antecedência e garantido na decisão da Copa da Alemanha, os Werkself também caminham a passos lurgos rumo à finalíssima da Europa League. E tudo isso sem perder um jogo sequer em 2023/24. Esse resumo ajuda a explicar porque o trabalho de Xabi Alonso é tão especial.

Diante da Roma, o Bayer Leverkusen fez o que sabe fazer de melhor: se defender com maestria e atacar com uma precisão quase perfeita. Os Giallorossi até começaram bem o jogo de ida da semi da Liga Europa, mas um erro individual abriu o caminho para os Werkself. Depois, um contra-ataque mortal deu números finais à primeira decisão da competição.

Como foi Roma x Bayer Leverkusen pela Liga Europa

Conhecendo a força do adversário, a Roma adotou uma estratégia ousada para surpreender o Bayer Leverkusen: De Rossi orientou seus jogadores a realizarem uma marcação alta, o que dificultou (e muito) a saída de bola da equipe de Xabi Alonso. Tanto que, no início do 1º tempo, os Giallorossi aproveitaram os erros de passe dos Werkself para chegar com perigo no ataque.

Em cobrança de escanteio, Lukaku chegou a acertar a trave. Entretanto, quem abriu o placar foi o Bayer Leverkusen, que tirou proveito da única falha defensiva da Roma. E isso era tudo que eles precisavam. Em uma bola aparentemente dominada pela zaga dos Giallorossi, Karsdorp tocou muito curto, entregando nos pés de Grimaldo dentro da área. Ele só rolou para Wirtz completar para o gol e colocar os Werkself em vantagem na Liga Europa.

Dali para frente, a Roma sentiu demais o golpe e deu espaço para o Bayer Leverkusen ampliar a vantagem. E isso poderia ter acontecido se não fosse pelo festival de gols perdidos. O erro individual de Karsdorp parece ter abalado o foco dos Giallorossi na decisão. Mesmo assim, os Werkself sabiam que não poderiam facilitar.

Contra-ataque mortal

Para o 2º tempo, o Bayer Leverkusen voltou do intervalo com o controle do jogo. Sem a bola, fechou muito bem suas linhas para não possibilitar o crescimento da partida da Roma. Aliás, os Giallorossi pecaram na falta de criatividade para sonhar o empate. Os Werkself, que não são bobos nem nada, apostaram no contra-ataque para buscar matar a partida e colocar um pé na final da Europa League.

E nesse roteiro que o Bayer Leverkusen matou a partida. Em uma rápida transição ofensiva, Wirtz foi lançado por baixo e, na meia-lua, recuou para Frimpong. Ele então passou para Stanisic, que ajeitou para Andrich acertar um petardo no ângulo, indefensável para o goleiro da Roma. E isso foi tudo até o apito final. Os Giallorossi tentaram descontar, mas os Werkself não permitiram.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Formado em Jornalismo pela Unesp, é apaixonado por esportes, acima de tudo futebol. Ama escrever sobre o que acontece dentro e fora de campo. Após passar por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia, se juntou à equipe da Trivela com muita vontade de continuar crescendo.
Botão Voltar ao topo