Eurocopa

Srna escreveu uma linda carta de agradecimento à torcida croata em seu adeus da seleção

Darijo Srna conquistou um respeito ainda maior dos croatas durante a Eurocopa. O capitão viveu um drama pessoal durante o torneio, entre a estreia contra a Turquia e o duelo com a República Tcheca na segunda rodada. O pai de Srna faleceu e, embora tenha ido ao funeral em seu país, voltou a tempo de entrar em campo. Não conteve a emoção durante o hino, deu o seu máximo em campo e foi festejado pelos companheiros, assim como pelos torcedores, nos dois gols de sua equipe.

VEJA TAMBÉM: Croácia honrou as lágrimas e o sacrifício de Srna dedicando-lhe os gols

A Euro foi a última competição de Srna pela seleção croata. Antes do torneio, o lateral de 34 anos já havia anunciado a sua despedida, após 14 anos de serviços prestados à equipe nacional, oito deles usando a braçadeira. E o final não veio da maneira como muitos sonhavam, diante da queda para Portugal nas oitavas de final. Mesmo assim, capitão escreveu uma emotiva carta aos seus compatriotas, agradecendo tudo o que fizeram por ele durante as últimas semanas, especialmente após a perda do pai.

Srna é o recordista em partidas disputadas pela Croácia, com 134 aparições no total. Além disso, anotou 22 gols. O lateral disputou as quatro últimas edições da Eurocopa, além das Copas do Mundo de 2006 e 2014. Agora, seguirá se dedicando ao Shakhtar Donetsk em um momento no qual sua liderança se torna ainda mais importante, após a saída do técnico Mircea Lucescu.

Abaixo, a tradução da carta de Srna, publicada em sua conta no Instagram:

Queridos torcedores croatas,

Meu muito obrigado a todos por esse imenso amor, sem o qual não teria tanta força para atravessar o período mais difícil da minha vida. Nunca me esquecerei.

Obrigado por cada mensagem de apoio, por cada grito, por cada aplauso, por cada suspiro. Se fossem medidos apenas os torcedores, vocês seriam campeões do mundo!

Ninguém gosta tanto de nós quanto vocês e ninguém ama tanto vocês quanto nós. E nos perdoem por toda a tristeza e lágrimas ao final. Acreditem em mim, nós queríamos esta vitória tanto quanto vocês. Croácia para sempre!

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo