Eurocopa 2024

Infalível na Champions, herói do Real Madrid abusa de falhas em derrota da Ucrania na Euro

Romênia dá baile de bola em Munique e sai na frente do Grupo E da competição

Na manhã desta segunda-feira, a Romênia contrariou as expectativas e bateu a Ucrânia pelo placar de 3 a 0, na abertura do Grupo E da Euro, em duelo disputado na Allianz Arena, em Munique. 

Com gols marcados por Stanciu, Marin e Dragus, o time romeno não deu chances aos ucranianos, que embora favoritos, tiveram um desempenho abaixo do esperado.

Nervoso em campo, o time treinado por Serhiy Rebrov errou mais do que o normal. Além disso, dois dos três gols marcados pelos romenos tiveram participação direta do goleiro Lunin.

Aos 29 minutos do primeiro tempo, Stanciu aproveitou passe de Dennis Man, após saída de bola errada do goleiro, para marcar um golaço de fora da área. 

O segundo gol romeno veio logo aos oito minutos da etapa complementar, com Ravzan Marin, que chutou forte de fora da área, mas contou com a colaboração de Lunin para marcar.

Quatro minutos mais tarde, Dennis Man fez boa jogada pela direita e cruzou para Dragus empurrar para o gol vazio, sacramentando a boa vitória da Romênia em Munique.

Apesar das falhas de Lunin, o time ucraniano não teve forças, nem eficiência para vencer a forte defesa romena, que deu uma aula de compactação e concentração em Munique.

Força do conjunto prevalece em vitória da Romênia na Euro

Armado em um 4-1-4-1 pelo técnico Edward Iordanescu, a estratégia da Romênia era clara para sua estreia na Eurocopa: marcar forte e abusar da velocidade para atacar.

Cada recuperação do time romeno era um lance finalizado. Rápido e objetivo em seu toque de bola, a equipe contou com a categoria de Stanciu para armar suas jogadas.

Com lançamentos nas costas dos defensores ucranianos, ou passes rasteiros entre as linhas adversárias, o meia do Damac, da Arábia Saudita, ditou o ritmo no meio-campo romeno, e foi um dos melhores jogadores em campo.

Sem bola, a Romênia marcava com uma linha de quatro defensores. Os ponteiros Dennis Man, outro destaque da partida com duas assistências, e Coman, voltavam e formava, mais uma linha com cinco à frente da zaga.

Sem criatividade, a Ucrânia até tinha a posse de bola, teve mais de 70% de posse de bola durante boa parte do jogo, mas não conseguia transformar seu domínio territorial em chances.

Lunin
Lunin falhou em dois dos três gols da Romênia diante da Ucrânia. Foto: Icon Sport

Falhas de Lunin foram determinantes ao resultado

Peça fundamental na conquista da Champions League desta temporada por parte do Real Madrid, Lunin teve uma manhã para esquecer.

Inseguro, o goleiro da Ucrânia falhou no primeiro gol da Romênia ao errar um passe na saída de bola, e aceitou um chute defensável de Marin no segundo.

A Ucrânia sentiu o momento instável de seu jogador em campo, e a partir do 2 a 0 não teve mais forças para tentar diminuir o marcador.

Outros jogadores como Tsygankov, Konoplia, Stepanenko e principalmente Dovbyk também tiveram exibições apagadas, e não contribuíram em campo.

Mudryk foi o menos pior da seleção ucraniana, que agora enfrenta a Eslováquia em um confronto decisivo.

E agora?

A surpreendente Romênia encara a Bélgica na segunda rodada do Grupo E Euro. O confronto acontece no próximo sábado (22), às 16h (horário de Brasília), no gramado do RheinEnergieStadion, em Colônia.

Já a Ucrânia, tenta a sua recuperação na competição europeia na próxima sexta-feira (21), às 10h em Düsseldorf, na Merkur Spiel-Arena.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de SouzaRedator

Lucas de Souza é jornalista formado pela Universidade São Judas em São Paulo. Possui especialização em Marketing Digital pela Digital House, e passagens pelos sites Futebol na Veia e Futebol Interior.
Botão Voltar ao topo