Eurocopa

Dor de cabeça à vista: lesão de Gnabry preocupa Alemanha antes da Eurocopa

Atacante se lesionou durante a semifinal da Champions League diante do Real Madrid

O Bayern de Munique anunciou que o atacante Serge Gnabry sofreu uma lesão muscular na coxa esquerda durante a derrota para o Real Madrid por 2 a 1, pelo confronto de volta da semifinal da Champions League. Com isso, o jogador deve desfalcar a equipe bávara até o final da temporada, e pode ser cortado da seleção da Alemanha para a disputa da Eurocopa em junho.

Sentindo dores na coxa esquerda, Gnabry precisou ser substituído por Alphonso Davies aos 27 minutos do primeiro tempo no confronto frente ao Real Madrid. Curiosamente, o canadense marcou o primeiro gol do jogo aos 23 da segunda etapa, em belo chute cruzado, mas não foi o suficiente para a equipe alemã, já que Joselu marcou dois gols e classificou o time espanhol para enfrentar o Borussia Dortmund. A grande decisão da Champions League acontece no dia primeiro de junho, sábado, em Wembley.

Conforme publicado pelo jornal Bild, Gnabry estará fora de combate por pelo menos seis semanas, sendo assim, não estaria disponível para a disputa da fase de grupos da Eurocopa, que começará no dia 14 de junho. Por isso, a tendência é que o técnico da seleção alemã, Julian Nagelsmann, deixe o atacante de fora da lista de convocados.

Sofrendo com problemas de lesão nesta temporada, Gnabry disputou apenas 20 jogos, marcando cinco gols, e contribuindo com duas assistências. País-sede da Eurocopa deste ano, a Alemanha recebe a Escócia no jogo de estreia, marcado para o próximo dia 14 de junho, na Allianz Arena.

Além de Gnabry, França e Bélgica também fazem cortes

Os problemas de lesão às vésperas da disputa da Eurocopa atingem outras seleções que disputarão a competição em junho. O técnico Domenico Tedesco, da Bélgica, cortou o goleiro Courtois da lista de convocados. Se recuperando de uma lesão no joelho desde o ano passado, o comandante da seleção belga afirmou que não levará jogadores que não estejam em sua plena condição física.

— Sobre este tema [convocação de Courtois], tudo já foi dito. Não quero uma situação complicada. Estamos focados em jogadores que estão em boa forma — afirmou o treinador da Bélgica.

O goleiro realizou uma cirurgia em março deste ano, o que atrasou ainda mais o seu processo de recuperação, e afirmou em dezembro de 2023, que não estaria 100% para a disputa da competição continental. Contudo, Carlo Ancelotti, técnico do Real Madrid, reintegrou o goleiro ao elenco, e deve ser titular em algum dos quatro jogos que restam ao time madrilenho na La Liga.

Outro jogador que não estará presente na disputa da Eurocopa é Lucas Hernández, da França. O jogador se lesionou no último dia primeiro de maio, pelo jogo de ida da semifinal da Champions League, diante do Borussia Dortmund. Ao tentar bloquear um chute de Niclas Füllkrug, o zagueiro acabou lesionando o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo, e passará por uma cirurgia. O tempo de recuperação pode variar entre seis e oito meses.

— Lucas Hernández sofreu uma ruptura no ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo após se lesionar durante o jogo da UEFA Champions League entre Borussia Dortmund e Paris Saint-Germain. Uma ressonância magnética realizada hoje confirmou o diagnóstico feito pelos médicos do clube na tarde desta quarta-feira. O jogador será submetido a uma cirurgia nos próximos dias. Uma nova atualização virá. — informou o PSG em comunicado.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Esse é Lucas de Souza, redator e repórter do Futebol na Veia e da Trivela. Jornalista especializado em Marketing digital é também narrador do Portal Futebol Interior e da RP2Marketing.
Botão Voltar ao topo