Eurocopa 2024

Balaclavas, facas e bombas: torcedores são presos antes de Albânia x Itália, pela Euro

Interceptados pela polícia alemã, adeptos italianos buscavam conflito com albaneses

Neste sábado (15), cerca de 50 torcedores italianos foram detidos em Dortmund, horas antes do jogo da Azzurra contra Albânia, pela primeira rodada do Grupo B da Eurocopa. A informação é do jornal Corriere dello Sport.

Segundo informações da polícia local, a ideia do grupo era conflitar com adeptos albaneses perto de um restaurante. Trajados de balaclavas (pano no rosto), os marginais portavam facas e bombas.

Presos pela polícia, os italianos ficarão retidos nas delegacias de Dortmund provavelmente por 24 horas, aguardando avaliação do judiciário.

Polícia alemã estava preparada para episódios como esse

As autoridades alemães estão cientes dos jogos de alto risco na Euro. Neste domingo (16), por exemplo, foi montado uma mega esquema de segurança para a partida entre Sérvia x Inglaterra, na Veltins-Arena, em Gelsenkirchen.

Segundo o jornal britânico The Guardian, a polícia alemã acredita que um grupo de até 500 hooligans sérvios tentará provocar baderna e violência nos arredores do estádio.

A estimativa é que 40 mil torcedores ingleses estejam presentes em Gelsenkirchen. Sobre os sérvios, um montante que varia entre 5 mil e 8 mil adeptos é esperado na Veltins-Arena.

Com intuito de barrar a ofensiva dos baderneiros, mais de 1.000 policiais alemães estarão em serviço neste domingo (16), apoiados por observadores de hooligans e uma unidade de choque.

— Acho que o maior desafio para nós será identificar grupos violentos e perturbadores numa fase inicial, para separá-los dos fãs pacíficos e cumpridores da lei, esse será o nosso maior desafio — afirmou Peter Both, chefe da polícia de Gelsenkirchen.

Torcida albanesa invade Dortmund

Torcedores da Albânia tomaram as ruas de Dortmund nos últimos dias e aguardam ansiosamente a estreia da seleção na Euro. O time comandado pelo brasileiro Sylvinho enfrenta a Itália a partir das 16h (horário de Brasília) deste sábado (15), no Signal Iduna Park.

O “mar vermelho” chamou a atenção dos moradores de Dortmund, que filmaram a concentração dos albaneses. Bandeiras, faixas, cânticos e muita cerveja marcaram o encontro dos adeptos.

A seleção de Sylvinho se classificou na liderança do Grupo E das Eliminatórias Uefa Euro, desbancando as favoritas Polônia e República Tcheca. Em oito jogos, o time albanês obteve quatro vitórias, três empates e apenas uma derrota.

O que esperar de Albânia x Itália?

A seleção albanesa disputará apenas sua segunda Eurocopa na história. Dos 26 jogadores convocados por Sylvinho, 10 deles atuam na Itália — o que pode ser um trunfo interessante para surpreender a Azzurra na estreia do torneio.

— A competitividade é muito alta. Se você não vencer no primeiro jogo, já fica em situação complicada. Nós também temos pressão. Estamos aqui para jogar, para competir, para ganhar — disse Silvinho na coletiva da véspera do jogo.

Fora das duas últimas Copas do Mundo, a seleção italiana passa por uma reconstrução sob o comando de Luciano Spalletti, campeão da Serie A com o Napoli em 2022/23.

Atual campeã da Euro, a Azzurra tentará o bicampeonato na Alemanha. Invicto há seis jogos, o time de Spalletti se classificou na segunda colocação do Grupo C das Eliminatórias, atrás da Inglaterra.

Albânia e Itália integram o Grupo B da Euro, considerado por muitos como o “da morte”, já que Espanha e Croácia completam a chave.

Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Jornalista pela UNESA, nascido e criado no Rio de Janeiro. Cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na Trivela, é redator e escreve sobre futebol brasileiro e internacional.
Botão Voltar ao topo