O Manchester City terminou mais uma campanha na fase de grupos da Champions League em que foi raramente desafiado com a quinta vitória em seis jogos – e outra bem tranquila. Sergio Agüero voltou aos gramados com um gol e contribuiu para o placar de 3 a 0 contra o Olympique Marseille.

O City teve a segunda melhor campanha da fase de grupos, empatado em 16 pontos com o Bayern de Munique, e um gol de saldo a menos. As participações recentes dos ingleses nesta fase da competição têm sido nessa linha. Mesmo na chave mais difícil da temporada passada, somou 14. Na anterior, 13, desafiado pelo Lyon. Em 2017/18, também ganhou cinco jogos.

Essa tranquilidade é ótima ao City que, no começo de seu projeto milionário, teve problemas para passar da fase de grupos da Champions League. O efeito colateral são muitos jogos meio mornos como o desta quarta-feira.

Até valia algo ao Olympique Marseille porque, com um ponto pelo menos, o clube francês conseguiria se classificar à Liga Europa, contando com a derrota do Olympiacos para o Porto, por 2 a 0, mas não chegou muito perto de conquistá-lo.

O primeiro tempo até foi equilibrado. O City teve uma cabeçada perigosa de Laporte, alguns chutes de fora da área, e o Marseille conseguiu equilibrar as ações a partir da metade da etapa. A chegada de Pape Gueye nos minutos finais, afastada pelo goleiro Zack Steffen, foi a mais perigosa, embora ele estivesse sem ângulo – e não tinha ninguém dos franceses no meio da área para completar.

No começo da segunda etapa, o Manchester City marcou com Ferrán Torres, mais uma vez quebrando bem o galho como centroavante. Recebeu um passe muito preciso de Mahrez e completou ao gol, aos três minutos. Os ingleses pegaram ritmo e quase ampliaram com Foden, em outro passe de Mahrez e depois em um chute da entrada da área.

Agüero entrou aos 22 minutos na vaga de Mahrez, reassumindo sua posição pelo centro do ataque. O argentino passou por cirurgia no joelho em junho e teve dores no local nas últimas semanas. Uma lesão muscular também ajudou a limitar sua presença em campo pelo City nesta temporada para apenas quatro jogos até esta quarta-feira. Disputou apenas 12 minutos durante o mês de novembro.

Mais dez minutos em campo bastaram para que ele se lembrasse de como fazer gol. Aké cabeceou o escanteio, Mandanda deixou rebote e Agüero completou para marcar pela segunda vez na temporada. Nos minutos finais, Torres cruzou e Mandanda desviou em cima de Álvaro González. Sterling apareceu em cima da linha para conferir, mas o gol foi confirmado como contra.

No outro jogo, o Porto abriu o placar, aos 10 minutos do primeiro tempo, com Otávio cobrando pênalti. No segundo tempo, matou a parada em um contra-ataque. A bola chegou a Mateus Uribe na entrada da área. Chegou batendo forte para completar a boa campanha dos portugueses, em segundo lugar, com 13 pontos.

Olympiacos e Olympique Marseille empataram em três, com vantagem aos gregos pelo gol marcado fora de casa no confronto direto.

.

.

Standings provided by SofaScore LiveScore

.

.