Europa

Artilheiro da Escócia não perdeu o costume e foi torcer pelo ex-clube no clássico da cidade

Por Bruno Cassali

Profissão: Jogador de futebol. Hobbie: Assistir seu time do coração. Onde: no estádio, porque não? Foi o que fez Leigh Griffiths, principal jogador da liga escocesa na temporada. Artilheiro do certame nacional com 22 gols, o camisa 9 do Celtic fez 30 gols em 37 jogos no ano (seis como substituto, 31 como titular). Aos 25 anos, o centroavante tem forte vínculo com o Hibernian, time de Edimburgo em que jogou por duas temporadas antes de se transferir pro Celtic.

LEIA TAMBÉM: Por que os mata-matas da Liga Europa podem ser até mais legais que os da Champions

Na terça à noite, Leigh deu-se o prazer de voltar aos seus tempos de torcedor. Fanático Hibee, incluindo aí até uma multa por ofensas contra a torcida do rival Hearts, Griffiths aproveitou a não presença do Celtic na rodada de Replays da Scottish Cup e rumou de Glasgow para a capital, Edimburgo. Destino: Easter Road, onde por tantas vezes ele esteve nas arquibancadas durante a juventude.

O centroavante esteve na tribuna de imprensa junto com outras três pessoas, sem vestimentas de clube algum, apenas como um apreciador do futebol, atividade que coincidentemente pratica. Griffiths foi a Easter Road ver o Edinburgh Derby, clássico entre Hearts e Hibs que ele, enquanto torcedor, sempre admirou ver.

Poucos o notaram. Seu comportamento foi discreto até na hora do gol do jogo, logo aos três minutos, marcado por Jason Cummings – mais um dos garotos que chegam ao time principal do Hibernian sonhando hoje em ser… Leigh Griffiths. Aplaudiu as jogadas mais ríspidas, criticou os seguidos chutões e desperdícios de posse de bola, atuou como um respeitoso torcedor do time da casa, mesmo sendo atacante titular do atual tetracampeão do país.

Ao final, o Hibernian bateu o Hearts por 1 a 0 e Leigh aplaudiu. Nas quartas de final contra o Inverness Caley Thistle, Leigh Griffiths possivelmente estará em campo pelo Celtic contra o Greenock Morton e será desfalque no apoio ao Hibernian. Sabendo disso, aproveitou pra cantar o sucesso dos Proclaimers, Sunshine on Leith, junto com a torcida local. No seu celular, fez um vídeo do agradecimento dos atletas pro apoio da torcida – ele que já fizera tantos desses agradecimentos entre 2011 e 2013.

Por confusões relacionadas com seus filhos, que sofreram ameaças virtuais no Twitter, provavelmente o vídeo feito por ele não será postado nas redes sociais. Mas ele terá guardado em sua memória a lembrança de vencer mais um clássico, mesmo não tendo entrado em campo. Uma vitória da rivalidade saudável, que respeita o profissionalismo e as emoções do futebol.

Leigh Grifiths foi assistir ao jogo do Hibernian contra o Hearts
Leigh Grifiths foi assistir ao jogo do Hibernian contra o Hearts (Foto: Bruno Cassali)

*Bruno Cassali (@brunocassali) é Jornalista desde 2008, trabalhou na imprensa esportiva no Rio Grande do Sul até 2014 e vive em Edinburgh, capital da Escócia, desde Janeiro de 2015.


Leigh Grifiths, do Celtic, visita ex-clube… por trivelafutebol

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo