Espanha

Messi ainda é pago pelo Barcelona

Atualmente no Inter Miami, Lionel Messi ainda recebe pagamentos do Barcelona, onde foi embora em agosto de 2021

Enquanto Xavi Hernández conseguiu um empate por 1 x 1 com o Napoli na última quarta-feira (21), no Estádio Diego Armando Maradona, pelo jogo de ida das oitavas de final da Champions League, o Barcelona está preocupado com sua saúde financeira. Isso porque o Barça está passando por apuros na Espanha, já que precisa diminuir sua folha salarial. O problema é tão grave, que o nome de Lionel Messi aparece entre as despesas.

Ídolo máximo dos Culés, o craque argentino deixou a Catalunha em agosto de 2021. Mesmo assim, Messi ainda é pago pelo Barcelona. Segundo o jornalista Adrià Soldevila, da rádio Cadena SER, o camisa 10 do Inter Miami continua recebendo pagamentos dos Blaugranas devido à situação precária da pandemia de Covid-19, que impactou negativamente os cofres dos catalães.

Com o futebol diretamente afetado pelo coronavírus, o Barça foi obrigado a atrasar alguns pagamentos dos jogadores, incluindo Messi. Jordi Alba e Sergio Busquets, que também estão na MLS, são outros exemplos de atletas que já deixaram o Barcelona, mas continuam sendo pagos até hoje. Do atual elenco, De Jong passa por situação parecida. Isso mostra que os esforços dos Culés para equilibrarem suas finanças são extremamente necessários.

A atual folha salarial do Barça inclui atletas que não são mais parte do grupo. Apesar das saídas de estrelas de peso, como o próprio Lionel Messi, que chorou quando anunciou seu adeus, em agosto de 2021, o Barcelona continua apertado financeiramente. A expectativa dos Blaugranas é honrar suas despesas para evitar sofrer quaisquer tipos de sanções causadas pelo fair-play financeiro de LaLiga.

Barcelona em apuros com sua folha salarial em LaLiga

Nesta semana, LaLiga anunciou os limites salariais de cada clube para a próxima janela de transferências. O Barcelona, mais uma vez, terá problemas para se reforçar. Os Culés não podem gastar mais do que € 204 milhões (cerca de R$ 1 bilhão) no início de 2024/25. A justificativa é que o Barça tem um gasto de € 400 milhões (em torno de R$ 2,1 bilhões) com jogadores por temporada, incluindo as dívidas com Messi e companhia.

Como LaLiga calcula esse orçamento com base na diferença do saldo entre receitas e despesas não desportivas, os Blaugranas vão ter que apertar os cintos na reabertura da janela. Para aliviar essa situação caótica nas finanças, o Barcelona precisa resolver suas pendências antigas, como a do craque argentino, assim como diminuir a folha salarial do atual elenco. Caso contrário, será difícil manter a competitividade dentro de campo.

Vale lembrar que, em 2023, os Culés tinham o maior gasto com salários do futebol europeu, conforme revelado em um relatório da Uefa. Somente com jogadores, o Barça desembolsou € 639 milhões (aproximadamente R$ 3,4 bilhões) no ano passado, incluindo os atletas que estão à disposição de Xavi e as dívidas passadas, como as de Lionel Messi, Alba e Busquets.

Dinheiro à parte, Messi ainda nutre carinho pelo seu ex-clube

Dinheiro à parte, Messi ainda nutre carinho pelo seu ex-clube. Um exemplo disso é que o craque argentino exibe sua oitava Bola de Ouro no museu do Barcelona. A parte curiosa é que o camisa 10 do Inter Miami conquistou a premiação enquanto vestia a camisa do PSG, onde foi campeão da Ligue 1 e da Supercopa da França em 2022/23. A honraria também veio graças à conquista da Copa do Mundo com a Argentina no Qatar.

Mesmo longe dos Culés, Lionel Messi resolveu dar a Bola de Ouro como um presente de exibição para o museu do Barça, assim como fez com as outras sete. Com relação conturbada com o Paris Saint-Germain, a estrela argentina decidiu não dar seu prêmio para os franceses por acreditar que eles não iriam aceitar. Os Parisienses ficaram “mordidos” com o camisa 10 do Inter Miami após ele vencer o Mundial em cima da própria França.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Formado em Jornalismo pela Unesp, é apaixonado por esportes, acima de tudo futebol. Ama escrever sobre o que acontece dentro e fora de campo. Após passar por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia, se juntou à equipe da Trivela com muita vontade de continuar crescendo.
Botão Voltar ao topo