La Liga

Lewandowski comanda o show com golaço e Barcelona goleia Valladolid no Camp Nou

Com dois gols de Lewandowski, Barcelona fez uma ótima partida para vencer com tranquilidade o Valladolid na estreia de Koundé pelo clube

O Barcelona venceu com tranquilidade o Valladolid por 4 a 0 no Camp Nou neste domingo, pela terceira rodada de La Liga e contou com grande destaque da principal estrela: Robert Lewandowski. O atacante, de 34 anos, fez dois gols, um deles um golaço, e o time poderia ter feito ainda mais. Foi uma atuação convincente e a primeira vitória atuando no Camp Nou.

Depois da estreia com um 0 a 0 contra o Rayo Vallecano, se esperava que o Barcelona entregasse mais desta vez. Além da vitória, se esperava uma atuação melhor de um time que se reforçou tanto na janela de transferências. A boa vitória na última rodada, diante da Real Sociedad. Na semana passada, Lewandowski marcou dois gols e foi destaque, o que se repetiu desta vez: outra grande atuação, dois gols e desta vez goleada em casa.

O técnico Xavi Hernández promoveu uma estreia no time: Jules Koundé, contratado junto ao Sevilla. Ele atuou como lateral direito, com Ronald Araújo levado de volta à zaga, com Eric Garcia ao seu lado. O clube ainda busca a contratação de laterais para o lado direito e esquerdo. Caso chegue especialmente um lateral direito, é provável que a zaga titular seja formado por Koundé e Ronald Araújo.

Na lateral esquerda, Alejandro Baldé foi quem atuou como titular, mantido no time após o bom desempenho da rodada passada. Jordi Alba, voltando de lesão, ficou no banco. O meio-campo foi formado por dois garotos ao lado de Sergio Busquets, o capitão do time. Gavi e Pedri foram os escolhidos, com o ataque formado por Raphinha, Ousmane Dembélé e Robert Lewandowski.

Diante de um público de 83.972 pessoas no seu estádio, agora com patrocínio do Spotify no nome, o Barcelona ditou o ritmo do jogo desde o começo. O time ficava muito com a bola e atacava com frequência. O primeiro gol saiu aos 24 minutos, quando Raphinha, pela direita, fez o cruzamento para a segunda trave e Lewandowski deu um golpe na bola para alcançar e marcar: 1 a 0 para os catalães.

As trocas de passes eram intensas, especialmente pelo meio. Raphinha e Dembélé invertiam o lado e confundiam a marcação. Lewandowski aparecia bem, mesmo que sempre muito marcado. Com um rival frágil no ataque, o Barcelona não sofria defensivamente. E se preparava para atacar com velocidade sempre que tivesse a chance.

O segundo gol veio em uma investida pela direita, onde Ousmane Dembélé recebeu, avançou até a área e cruzou rasteiro para o meio. Pedri apareceu para finalizar e marcar: 2 a 0, aos 43 minutos. Foi o que fechou o primeiro tempo. Sem precisar forçar muito, os blaugranas já venciam e controlavam a partida.

O panorama do segundo tempo continuou como o primeiro, com os mandantes trocando passes e buscando encontrar espaços, mas sem precisar forçar ou se desgastar muito. O terceiro gol veio aos 19 minutos. Dembélé novamente carregou a bola pela direita até acionar Lewandowski dentro da área. O polonês dominou e parecia sem ângulo, mas foi rápido no raciocínio e na execução de um toque de calcanhar para marcar: 3 a 0. Foi o quarto gol do atacante em La Liga, depois dos dois marcados na rodada passada.

Aos 23 minutos, foi a vez de Koundé estrear com um lance que vale como gol. Em um lance dentro da área, o Valladolid ficou perto de marcar, mas Koundé, em cima da linha, estava posicionado para cortar depois que até o goleiro Marc-André Ter Stegen já tinha sido vencido.

O Valladolid quase marcou no lance seguinte. Sergio Busquets perdeu a bola para Roque Mesa, que acionou Anuar, que tinha liberdade e finalizou mal, por cima do gol. Perdeu uma chance clara para reduzir o placar, e em um momento que o time precisava muito.

Então foi a vez do Barcelona. Ansu Fati, que tinha entrado no lugar de Raphinha, fez uma grande jogada pela ponta esquerda, cortou para o meio já dentro da área e finalizou e o goleiro Jordi Mais fez a defesa.

O quarto gol veio já nos acréscimos e com uma das lideranças da equipe. Sergi Roberto abriu para Ferran Torres na direita, que cruzou para a área, Lewandowski finalizou firme e o goleiro Masip tocou de leve na bola, jogando para o travessão. No rebote, porém, Sergi Roberto empurrou para o gol para cravar 4 a 0.

No final, vitória com autoridade do Barcelona em casa. Era necessário, diante de resultados ruins nas primeiras partidas. A impressão deixada no Spotify Camp Nou detsa vez foi ótimo, com Dembélé em grande jogo, mantendo a ótima fase que vem desde a temporada passada. Raphinha também foi bem e Koundé teve uma estreia em ótimo nível ofensivo e defensivo. Ainda há trabalho a ser feito para montar esse novo Barça, mas os sinais desta vez parecem bons.

Foto de Felipe Lobo

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!). Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009, onde ficou até 2023.
Botão Voltar ao topo