EuropaLa Liga

Barcelona joga mal, mas se supera no fim e consegue virada histórica sobre o Celta de Vigo

Barcelona mostrou resiliência e contou com gols de Lewandowski e Cancelo para conquistar vitória suada sobre o Celta

O Barcelona entrou em campo neste sábado (23) buscando a quinta vitória consecutiva em La Liga. E apesar de muito esforço, conseguiu. A equipe de Xavi sofreu dois gols e saiu atrás do marcador, mas mostrou resiliência e construiu virada histórica. Lewandowski (2x) e João Cancelo marcaram para os Culés, enquanto Larsen e Douvikas fizeram os gols do time de Rafa Benítez.

Com mais um resultado positivo na bagagem, o Barcelona chegou aos 16 pontos e assumiu a liderança de La Liga. No entanto, vale destacar que o Real Madrid ainda entra em campo na rodada e, caso vença o Atlético de Madrid neste domingo (24), reassume a ponta da tabela. O Celta de Vigo, por sua vez, amargou a quarta derrota em seis jogos e pode terminar o fim de semana na zona de rebaixamento.

Celta neutraliza Barcelona e abre o placar com Larsen

A partida começou sonolenta, sem grandes chances para ambos os lados. O Barcelona iniciou sua tradicional blitz e pressionou o Celta que, se defendia bem e conseguia escapadas ao ataque. O primeiro chute a gol veio dos pés de de Iago Aspas, aos 17′. O atacante dominou livre livre dentro da área e tentou encobrir Ter Stegen. De mão trocada, o goleiro alemão espalmou para escanteio. Os visitantes sentiram o bom momento e conseguiram abrir o placar.

Em dividida no meio-campo, De la Torre levou a melhor sobre Koundé e acionou Larsen. O norueguês invadiu a área, chutou cruzado, no canto, sem chances para Ter Stegen. O Barça reagiu rápido e chegou com perigo pouco tempo depois. João Félix recebeu de Gündogan na intermediária e finalizou de pé esquerdo, por cima da meta.

Na reta final do primeiro tempo, o Barcelona intensificou a busca pelo empate. Os Culés trocavam passes, rondavam a intermediária adversária, mas não conseguiam gerar infiltrações e situações claras de gol. Perfeito defensivamente, o time do experiente e multicampeão Rafa Benítez fechava bem os espaços e irritava a equipe de Xavi. Com 40′ no relógio, quase o segundo gol. Larsen desviou de cabeça e Ter Stegen efetuou bela defesa de mão direita. Na sobra, após Oriol Romeu evitar o chute de Bamba, De la Torre, completamente livre, isolou.

Larsen abriu o placar para o Celta de Vigo contra o Barcelona (Foto: Icon Sport)

Celta de Vigo amplia em contra-ataque, mas Lewandowski e Cancelo viram parada para o Barça

Xavi optou por modificar a equipe na volta para o intervalo. O ex-meio campista promoveu as entradas de Ronald Araújo e Lamine Yamal, nos lugares de Oriol Romeu e Marcos Alonso. Não deu certo, pelo menos em um primeiro momento. A configuração da partida se manteve a mesma da etapa inicial, com o Celta de Vigo levando perigo nos contra-ataques.

O Barcelona conseguiu chegar com Araújo, aos 11′. O zagueiro holandês, que foi escalado mais à frente em campo, arriscou chute de fora da área e obrigou o goleiro Villar a espalmar. Na sequência, a melhor oportunidade dos mandantes na partida até então. Após bobeada do Celta no meio-campo, Ferrán Torres recebeu de Gündogan e, cara a cara com Vilar, tocou na saída do arqueiro. A bola passou à esquerda da meta, tirando tinta da trave.

O susto não abalou o Celta. Pelo contrário. A equipe de Rafa Benítez manteve a intensidade e ficou perto de ampliar. Bamba bateu firme dentro da área e Ter Stegen fez nova intervenção decisiva. O lance era um prenúncio do que estava por vir. Em contra-ataque mortal, Douvikas recebeu à frente, rasgou a defesa culé e tocou no contrapé de Ter Stegen: 2 a 0.

Quando tudo parecia perdido para o Barça, Lewandowski tratou de colocar fogo no jogo. Com 35′ no relógio, o camisa 9 recebeu de João Félix por elevação e encobriu Villar. A pelota resvalou no travessão antes de entrar. Quem sabe, sabe. Quando o polonês ativa o modo decisivo, sai de baixo…

No lance seguinte, com assistência de João Cancelo, Lewa bateu de primeira e venceu Villar novamente: 2 a 2 e Barcelona vivo na busca pela vitória. Vitória essa que veio, poucos minutos depois, com Cancelo. Gavi jogou a bola na área, o lateral português invadiu por trás de Carlos Domínguez e chapou para decretar a virada.

Próximos jogos de Barcelona e Celta de Vigo

O Barcelona volta a campo na próxima terça-feira (26), às 16h30 (horário de Brasília), para enfrentar o Mallorca, fora de casa, no Estádio Iberostar. Já o Celta de Vigo recebe o Alavés, quinta-feira (28), a partir das 14h (horário de Brasília), no Estádio Municipal de Balaídos. Ambos os duelos são válidos pela sétima rodada de La Liga.

Foto de Guilherme Calvano

Guilherme CalvanoRedator

Jornalista pela UNESA, nascido e criado no Rio de Janeiro. Cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na Trivela, é redator e escreve sobre futebol brasileiro e internacional.
Botão Voltar ao topo