Espanha

Clube da terceirona espanhola quer jogador estilo Kroos ou Xavi e procura no LinkedIn

Procurar emprego no mundo do futebol usando o LinkedIn parece ter virado uma mania, como Demy De Zeeuw mostrou. O representante de uma agência de jogadores – vulgo, um empresário – está em busca de um jogador para atuar por um clube da terceirona espanhola “com grandes chances de acesso”. Mas não pode ser qualquer jogador. Segundo o anúncio, o que se busca é um “criador de jogadas como Xavi ou Toni Kroos”. É mole?

LEGO: Recriaram em Lego os gols indicados ao Prêmio Puskas. Tem como não ficar bom?
AMADOR: Fizeram uma lista de golaços do mês na liga amadora inglesa e ficou demais
CINEMA: Vinnie Jones completa 50 anos como um dos caras mais durões (e violentos) que o futebol já teve

Como o anúncio fala no segundo colocado na terceirona espanhola, o clube em questão é o Guijuelo. O time está em busca do acesso e está com 38 pontos, em 19 jogos disputados. O líder é o Real Oviedo, que tem 43. O time tem um dos artilheiros do campeonato, Marc Nierga que tem 10 gols. Na verdade, ele é o vice-artilheiro, mas o artilheiro tem simplesmente o dobro de gols. É Miguel Linares, que, para surpresa de absolutamente ninguém, joga pelo Real Oviedo e é uma das causas da boa campanha do time.

Mas não basta ter o estilo de Xavi e Toni Kroos. O anúncio, postado por Richie O’dare, gerente de operações da Yamvi Sports, empresa que gerencia carreira de jogadores e tem sede no Reino Unido e em Gana. Uma das exigência é que o jogador esteja livre, ou seja, sem contrato, e que esteja pronto para viajar nos próximos seis dias. Por fim, o salário é € 1,3 mil líquidos, ou seja, após os impostos. Bom, considerando a crise e o desemprego na Espanha, é bem possível que haja muitos candidatos… Só receito que não tão bons tecnicamente quanto Xavi ou Toni Kroos.

ODare

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.
Botão Voltar ao topo