Espanha

Barcelona negocia patrocínio de camisa com o Spotify e pode vender também nome do Camp Nou

Catalães estão na expectativa de conseguir um aumento de receitas com o novo patrocinador e a venda do nome do estádio seria um trunfo

O Barcelona negocia com o Spotify, gigante do ramo de streaming de música, para ser o novo patrocinador principal do time, mas o acordo negociado vai além disso. O patrocínio principal na camisa seria apenas parte do acordo, já que a outra parte seria a venda do nome do Camp Nou para a empresa sueca.

Segundo a Catalunya Radio e o Mundo Deportivo, o acordo está sendo negociado há meses para que o Spotify figura nas camisas do Barcelona na próxima temporada. Com a necessidade de aumentar as receitas, o clube catalão quer também negociar os direitos do nome do seu icônico estádio, mas estava com dificuldade de achar quem aceitasse o acordo nos termos pedidos, de um contrato de 15 a 30 anos. Sem interessados, os blaugranas estão dispostos a um acordo por menos tempo.

As negociações estão concentradas no patrocínio de camisa, que é o principal deste tipo. O Barcelona é dono de um dos maiores acordos de patrocínio do mundo na sua camisa, mas o valor inicial de € 55 milhões anuais pagos até a temporada passada foi reduzido para € 30 milhões nesta temporada, muito por causa das perdas na pandemia. Como seria difícil encontrar outro patrocinador do dia para a noite, o clube renovou o acordo, mas passou a procurar um novo patrocinador para a próxima temporada, de forma a recuperar o valor da sua camisa.

Os maiores acordos de patrocínio atualmente são do Real Madrid, que tem acordo com a Emirates, dos Emirados Árabes Políticos, de € 430 milhões por seis anos, ou €70 milhões anuais. O segundo maior acordo é do Manchester United com a TeamViewer, da Alemanha, que paga € 274 milhões em um acordo de cinco anos, com € 55 milhões por ano.

O Barcelona era o terceiro colocado na lista até a temporada passada e espera se aproximar do rival Real Madrid com o acordo com o novo patrocinador, possivelmente o Spotify. O contrato de patrocínio seria algo entre € 60-65 milhões. Há rumores que o acordo de patrocínio do nome do estádio poderia fazer com que o famoso estádio passasse a se chamar Camp Nou Spotify e geraria uma nova receita importante para financiar o clube, que está em crise financeira.

O Spotify é o maior serviço de streaming no mundo, com 381 milhões de usuários, sendo 172 milhões assinantes do serviço. O serviço foi fundado em 2006 por Daniel Elk e Martin Lorentzon e está presente em 184 países atualmente. Daniel Erk, aliás, é um apaixonado por futebol e torcedor do Arsenal. Em 2021, ele demonstrou interesse em comprar o Arsenal, mas a família Kroenke, atuais acionistas majoritários, rechaçaram a possibilidade de acordo.

VEJA MAIS:
Barcelona tem dívida de € 1,35 bilhão e folha salarial de 103% das receitas, segundo Laporta
Auditoria do Barcelona revela situação catastrófica: “Se fosse uma empresa, teria aberto processo de falência”
A possível saída de Messi é reflexo direto do caos que se instaurou nas finanças do Barcelona

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo