Espanha

À lá Textor, Laporta faz ameaças após atuação do VAR em Real Madrid x Barcelona

Joan Laporta alega que o Barcelona foi prejudicado pelas ações da arbitragem no clássico contra o Real Madrid por La Liga

Real Madrid e Barcelona fizeram (mais um) clássico histórico. Não faltou emoção no último domingo (21), já que Merengues e Barça precisavam da vitória visando seus objetivos em La Liga. De um lado, Carlo Ancelotti queria abrir uma distância quase inalcançável na liderança. Do outro, Xavi Hernández sonhava com o título em caso de vitória, o que diminuiria o penhasco para a 2ª posição.

No final, o Real Madrid aproveitou as falhas do Barcelona e ganhou por 3 a 2, no Santiago Bernabéu, pela 32ª rodada do campeonato. Com isso, os Blancos estão com uma vantagem de 11 pontos para os Blaugranas e praticamente com nove dedos na taça de La Liga. Mas se depender de Joan Laporta, El Clásico pode acabar acontecendo de novo por conta de supostos erros do VAR.

Nesta segunda-feira (22), o presidente do Barcelona ameaçou pedir um novo jogo contra o Real Madrid por conta da não marcação de um gol de Lamine Yamal. Laporta declarou que os Culés vão solicitar ao Comitê Técnico de Árbitros e à Real Federação Espanhola de Futebol todas as imagens e áudios do lance polêmico do último embate contra os Merengues.

Caso o gol de Yamal seja validado, o Barcelona não descarta tomar ações legais, incluindo um replay de El Clásico. Tudo aconteceu no 1º tempo, quando a partida estava empatada por 1 a 1. Em um escanteio pela direita, a bola foi cruzada no primeiro pau para o atacante, que deu um toque de calcanhar para o gol. O goleiro do Real Madrid fez a defesa, mas havia dúvidas se ela já tinha cruzado a linha por completo na intervenção de Lunin.

Presidente do Barcelona sobe o tom em relação à arbitragem e ao Real Madrid

Aqui vale ressaltar que La Liga não conta com a tecnologia da linha do gol. Além disso, as imagens mostradas pela transmissão da partida, e analisadas pelo árbitro de vídeo, não foram conclusivas para saber se a bola de Yamal já tinha entrado ou não. Por isso, o presidente do Barcelona subiu o tom em relação à arbitragem e um possível favorecimento ao Real Madrid nesta temporada.

– Se, uma vez analisada a documentação, entendermos que ocorreu um erro na avaliação do lance, que é o que pensamos, tomaremos todas as medidas cabíveis para reverter a situação sem descartar quaisquer ações judiciais necessárias. Confirmado que foi um gol legal, vamos além e pedimos a repetição do jogo tal como aconteceu num jogo europeu devido a um erro do VAR – disse Laporta em vídeo.

O presidente do Barcelona disse que os esforços são para provar a legalidade do gol contra o Real Madrid. Porém, mais do que isso, Laporta apontou outras ações do árbitro que, em sua opinião, prejudicaram o Barça e favoreceram os Blancos. Não é a primeira vez que a arbitragem é alvo de uma denúncia de possível corrupção para o time de Ancelotti, com o próprio Xavi apontando erros contra outras equipes.

– Sofremos decisões erradas que nos prejudicaram diretamente e a outras que beneficiaram o rival, e juntos mostram essa distância de pontos no topo da tabela. Não quero apenas expressar o descontentamento dos torcedores do Barcelona pela má gestão que ontem (21) foi feita pelo VAR , mas também quero enfatizar que continua causando confusão e critérios contraditórios dependendo dos jogos e das equipes. Quero destacar o poder da nossa competição, e não podemos ficar imunes às críticas quando o uso do VAR desvaloriza a competição. O VAR deve ajudar a ter uma competição mais justa e não o contrário – finalizou o presidente do Barcelona.

Mais uma polêmica para La Liga

Essa é mais uma polêmica para La Liga, que já foi acusada pelo Barcelona de favorecer o Real Madrid. Um dos jogos que mais chamaram a atenção do público foi a atuação do VAR em três lances duvidosos de uma partida dos Merengues contra o Almeria, que teria sido prejudicado pela arbitragem na derrota por 3 a 2. Além disso, os Blaugranas já acusaram o rival de “condicionar” os árbitros.

A Real Madrid TV já publicou vídeos de supostos erros de arbitragem de La Liga que supostamente o atrapalharam. Isso, na opinião do Barcelona, é uma forma “indireta” de pressionar os árbitros. Agora, com a dúvida pairando sobre o gol (ou não gol) de Lamine Yamal, El Clásico promete durar mais alguns dias mesmo após o apito final.

Áudio do VAR é divulgado

Confira abaixo o áudio do VAR do lance envolvendo Lamine Yamal:

VAR: Vamos verificar, espere um pouco aí, não deixe ele cobrar (o escanteio)

Árbitro: Esperamos. Não, não temos tecnologia de (linha do) gol. Esperamos. Esperamos o VAR. Talvez tenha sido um gol. Estamos revisando. Não, não temos tecnologia de (linha de) gol.

VAR: Para no ponto de contato quando bate nas luvas de Lunin e recua. Espere um segundo porque estamos fazendo um 360º porque não temos (imagem esclarecedora).

Árbitro: Esperamos. Não sabemos.

VAR: Está parado, está encobrindo o corpo do Lunin, ok? Espere um segundo. Ainda estamos procurando as evidências. 360º. Este (ângulo) não funciona para mim, aquele também não funciona, aquele não funciona também, este também não funciona, próximo, este também não funciona, este também não funciona…

Árbitro: Não temos pressa, é uma decisão muito importante, não temos pressa, todas as câmeras.

VAR: Eles não têm mais. Confirmamos que não há mais câmeras, certo?

Árbitro: Não temos pressa. O melhor é esperar. Temos que esperar.

VAR: Vamos reiniciar com cobrança de escanteio, não temos nenhuma evidência de que a bola entrou, portanto, é reiniciado com cobrança de escanteio. Não temos nenhuma evidência de que a bola entrou. Escanteio

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Formado em Jornalismo pela Unesp, é apaixonado por esportes, acima de tudo futebol. Ama escrever sobre o que acontece dentro e fora de campo. Após passar por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia, se juntou à equipe da Trivela com muita vontade de continuar crescendo.
Botão Voltar ao topo