Copa do Mundo

Fifa quer final da Copa do Mundo de 2030 no Bernabéu, mas impõe condições difíceis para o Real Madrid

Entidade máxima pode tirar estádio do Real Madrid em momento chave da temporada

A Fifa já trabalha no planejamento da Copa do Mundo de 2030, que terá jogos de abertura na América do Sul e, em seguida, segue na Espanha, Portugal e em Marrocos.

Nos bastidores, a entidade máxima do futebol estuda quais são as possíveis cidades sede e estádios que irão receber as partidas do torneio.

Reformado, o estádio do Real Madrid é o favorito para sediar a decisão do torneio mundial. Mas para isso, os merengues podem ficar sem ele durante a reta final da temporada que precede a competição.

Real Madrid e Fifa negociam acordo para a Copa do Mundo de 2030

O Santiago Bernabéu é fundamental para a campanha do Real Madrid, especialmente em jogos decisivos ao longo de uma temporada.

Recentemente, a casa do Real Madrid passou por reformas que custaram mais de R$ 4,8 bilhões. Foto: Icon Sport
Recentemente, a casa do Real Madrid passou por reformas que custaram mais de R$ 4,8 bilhões. Foto: Icon Sport

No entanto, 2029/2030 pode ser diferente. Nos bastidores, a Fifa já estuda uma proposta para fazer do Bernabéu o palco da final da Copa do Mundo.

A primeira proposta da Fifa é ousada. Hoje, a entidade máxima do futebol quer o estádio do Real Madrid por 3 meses de forma exclusiva.

Em um cenário desse, o clube merengue não teria o Santiago Bernabéu durante a reta final da temporada que se encerra às vésperas do início da Copa do Mundo.

Segundo apurou o Marca, da Espanha, a tendência é de que haja um desfecho positivo na negociação, mas o Real Madrid quer usar o seu estádio nos últimos jogos do ano europeu.

Em meio a tensões recentes, Real Madrid e Fifa mantêm uma relação sólida

Gianni Infantino (dir.), presidente da Fifa, e Florentino Pérez (esq.), presidente do Real Madrid. Foto: Icon Sport
Gianni Infantino (esq.), presidente da Fifa, e Florentino Pérez (dir.), presidente do Real Madrid. Foto: Icon Sport

Recentemente, Carlo Ancelotti, técnico do Real Madrid, havia informado que o clube não participaria do Mundial de Clubes em 2025, que será realizado nos EUA em um novo formato, com 12 clubes da Uefa.

Em seguida, o clube espanhol divulgou uma nota afirmando que irá ao torneio, assim como fez em todas as outras edições organizadas pela Fifa até então.

Os acontecimentos recentes ilustram uma possível tensão entre o Real Madrid e a Fifa. No entanto, Florentino Pérez e Gianni Infantino mantêm boas relações, o que é favorável para um desfecho positivo em 2030.

Foto de Lucas Gervazio

Lucas GervazioRedator de esportes

Jornalista pela Unesp. Antes da Trivela, também contribuiu para portais como Guia do Boleiro, Quinto Quarto e FNV Sports.
Botão Voltar ao topo