Eliminatórias da Copa

Após vitória histórica na Argentina, Uruguai precisa fazer lição de casa contra Bolívia nas Eliminatórias

Uruguai quer fechar última data Fifa do ano com duas vitórias; Mais de 40 mil apoiarão equipe de Bielsa

Nesta terça-feira (21), o Uruguai enfrenta a Bolívia, no Estádio Centenário, em Montevidéu, às 20h30 (horário de Brasília), pela 6ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2026. Na 2ª colocação com 10 pontos, a Celeste pode terminar na liderança em caso de um novo tropeço dos argentinos.

Além disso, a equipe de Marcelo Bielsa precisa fazer sua lição de casa contra os bolivianos, que estão na penúltima posição com apenas três pontos. Em meio a esse cenário, os torcedores uruguaios estão empolgados com sua seleção, pois a expectativa é de casa cheia, com mais de 40 mil ingressos vendidos.

E a confiança que paira sobre a Celeste é justificável. A vitória surpreendente sobre a Argentina por 2 x 0, na Bombonera, resultou na quebra de um tabu. Isso porque o Uruguai nunca tinha ganhado do rival, jogando como visitante, nas Eliminatórias. Agora, El Loco Bielsa não quer deixar se iludir.

O treinador tem promovido uma reformulação no elenco celeste, pensando em sangue novo para o Mundial no México, Estados Unidos e Canadá. Por conta disso, os jogadores terão que correr ainda mais contra a Bolívia para somar mais três pontos nas Eliminatórias Sul-Americanas.

Uruguai quer fechar data FIFA com chave de ouro nas Eliminatórias

A vitória sobre a Albiceleste não significou apenas a quebra de um tabu para o Uruguai, mas também um renascimento geracional. O time titular que foi a campo e superou a Argentina, atual campeã da Copa do Mundo, tinha uma média de idade de 25,1 anos.

As principais mudanças da Celeste passam pelo ataque, já que Luis Suárez e Edinson Cavani não são mais os titulares indiscutíveis após uma década de dominância. É verdade que o centroavante do Grêmio foi chamado pela primeira vez por Bielsa nessas Eliminatórias, mas ele sequer saiu do banco de reservas na Bombonera.

Com vários talentos surgindo em seu futebol, o Uruguai quer chegar ao Mundial de 2026 melhor do que sua despedida no Catar. Vale lembrar que, na Copa do Mundo de 2022, foi eliminada ainda na fase de grupos, que tinha Portugal, Coreia do Sul e Gana.

A filosofia de trabalho do técnico já contaminou os jogadores uruguaios. Em coletiva de imprensa, Darwin Núñez confirmou que o grupo abraçou as ideias de Marcelo Bielsa. O centroavante do Liverpool também fez uma análise do confronto contra os bolivianos:

“Ele pede para a gente fazer uma pressão forte, todos juntos, de trás para frente. Tentamos aplicar em campo o que ele nos pede e é isso que temos feito. Temos jogado bem e feito bons jogos. Estou muito feliz pelo grupo que temos, com jovens de muita qualidade. Todos nós corremos. Agora temos que pensar no jogo contra a Bolívia e correr mais do que contra a Argentina, porque esses três pontos são tão importantes quanto os da Argentina”.

Com o melhor ataque das Eliminatórias (10 gols), a Celeste espera melhorar ainda mais o ímpeto ofensivo contra a Bolívia, que amarga o posto de pior defesa (11 gols). Além disso, uma vitória do Brasil sobre a Argentina pode fazer com que o Uruguai assuma o 1º lugar.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Jornalista formado pela Unesp, com passagens por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia. Na Trivela, é redator de futebol nacional e internacional.
Botão Voltar ao topo