Eliminatórias da Copa

Tite convoca Arana, Bruno Guimarães, Claudinho, Matheus Cunha e Raphinha; confira a lista da seleção brasileira

Lista de 23 convocados de Tite será para jogos contra Chile, Argentina e Peru pelas Eliminatórias da Copa, com cinco campeões olímpicos

O técnico Tite anunciou os 23 convocados da seleção brasileira para as Eliminatórias da Copa na data Fifa de setembro e chamou a atenção a inclusão de cinco campeões olímpicos: Daniel Alves, que retorna, Guilherme Arana, Bruno Guimarães, Claudinho e Matheus Cunnha. Além deles, Raphinha, do Leeds, ganha uma primeira convocação. Serão três jogos em setembro, nos dias 2, 5 e 9, ainda como um ajuste do tempo parado devido à pandemia.

LEIA MAIS: Nos 90 anos de Zagallo, é preciso relembrar o jogador revolucionário que ele foi

Alguns jogadores perderam lugar. O lateral esquerdo Renan Lodi, do Atlético de Madrid, por exemplo, ficou fora. Além dele, o zagueiro Felipe, do mesmo clube, e também o seu substituto, Leo Ortiz, do Red Bull Bragantino. O atacante Everton Cebolinha, do Benfica, também fica fora. Os campeões olímpicos foram destaque, mas um deles perdeu lugar em relação à Copa América: Douglas Luiz, reserva na competição continental e titular na Olimpíada, ficou fora. Emerson Royal, convocado no lugar de Daniel Alves, também ficou fora da lista. Gerson, do Olympique de Marseille, ex-Flamengo, continua fora da lista.

Raphinha é o nome que mais chama a atenção. Aos 24 anos, o atacante do Leeds é um destaque do time de Marcelo Bielsa na Premier League. O próprio Tite destacou que é um jogador de ótimo drible, velocidade e capaz de resolver partidas. Gabriel Barbosa, do Flamengo, segue na lista, embora tenha tido poucos minutos na Copa América.

LEIA MAIS:
Seleção brasileira foi ridícula ao descumprir protocolo e não vestir agasalho do Time Brasil no pódio
Daniel Alves conseguiu piorar ainda mais a imagem da seleção brasileira ao responder sobre polêmica do agasalho
COB vai à Justiça após quebra de protocolo da CBF no pódio do futebol

Um dos nomes mais interessantes é o de Matheus Cunha. O atacante do Hertha Berlim fez uma boa Olimpíada, apesar de ter começado perdendo muitos gols. Sua característica é diferente de Roberto Firmino e Gabriel Jesus. O jogador é forte fisicamente, mas também é um jogador que sabe circular bem e abrir espaços, como fez com Richarlison no Japão.

Claudinho é também um nome que chama a atenção. O meia, ex-Red Bull Bragantino, ganha a sua primeira convocação à seleção principal. Foi bem na seleção olímpica mesmo jogando deslocado para acomodar Richarlison no time. Pelo histórico que tem no Campeonato Brasileiro, é um jogador que tem qualidades e é interessante chamá-lo, até porque é uma posição em falta. Neymar, hoje, é quem acaba exercendo o papel de meia ofensivo na maior parte das vezes. Claudinho é um jogador que pode fazer isso vindo mais de trás, algo que o time não tem desde a queda de desempenho de Philippe Coutinho.

No dia 2 de setembro, uma-quinta-feira, o Brasil enfrenta o Chile, em Santiago. No domingo, 5, recebe a Argentina na Neo Química Arena, em São Paulo. Por fim, fecha a data Fifa no dia 9, na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata, contra o Peru.

Estes são os convocados da seleção brasileira para os jogos das Eliminatórias:

Goleiros: Alisson (Liverpool), Ederson (Manchester City), Weverton (Palmeiras);

Defensores: Daniel Alves (São Paulo), Danilo (Juventus), Alex Sandro (Juventus), Guilherme Arana (Atlético Mineiro), Eder Militão (Real Madrid), Lucas Veríssimo (Benfica), Marquinhos (PSG), Thiago Silva (Chelsea);

Meio-campistas: Bruno Guimarães (Lyon), Casemiro (Real Madrid), Claudinho (Zenit), Everton Ribeiro (Flamengo), Fabinho (Liverpool), Fred (Manchester United), Lucas Paquetá (Lyon);

Atacantes: Gabriel Barbosa (Flamengo), Gabriel Jesus (Manchester City), Matheus Cunha (Hertha Berlim), Neymar (PSG), Raphinha (Leeds), Richarlison (Everton), Roberto Firmino (Liverpool)

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo