Concacaf

Corte de Alphonso Davies é um golpe duro nas pretensões da embalada seleção canadense na Copa Ouro

O Canadá estreou na Copa Ouro goleando Martinica por 4 a 1, a sua sétima vitória consecutiva, mas perdeu sua principal estrela

Em ascensão dentro da Concacaf, a seleção canadense chegou empolgada à disputa da Copa Ouro, que começou no último fim de semana, mas o corte de Alphonso Davies, seu jogador mais importante, é um golpe duro às suas ambições de pelo menos chegar às semifinais pela primeira vez desde 2007.

Mês passado, o Canadá venceu o Haiti por 1 a 0 e 3 a 0 e garantiu presença na fase final das Eliminatórias da Concacaf para a Copa do Mundo de 2022. Isso não acontecia desde 1998. Claro que a ampliação do formato de um hexagonal para um octogonal ajuda, mas chegou a ele com uma campanha perfeita.

Ganhou os quatro jogos da primeira fase, com direito a 4 a 0 sobre Suriname, que pintava como principal adversário pela única vaga na segunda rodada, e 27 gols marcados e apenas um sofrido. A campanha também contou com a maior goleada dos 135 anos de história da seleção canadense, por 11 a 0 sobre Ilhas Cayman.

Com as vitórias sobre o Haiti e na estreia da Copa Ouro no último sábado – 4 a 1 sobre Martinica -, o Canadá está em uma sequência de sete vitórias consecutivas, mas terá que encarar o restante da competição continental sem Davies, que sofreu uma lesão no ligamento colateral lateral do tornozelo.

“Alphonso Davies perderá a Copa Ouro de 2021 por causa de uma lesão ao seu tornozelo sofrida durante um treinamento no começo desta semana”, afirmou a seleção canadense em um comunicado. “Davies retornou ao seu clube, o Bayern de Munique, para começar sua recuperação para a temporada 2021/22”.

Também em uma nota oficial, o Bayern de Munique confirmou a lesão no ligamento e não especificou quanto tempo Davies ficará afastado dos gramados. A boa notícia é que Davies não terá que passar por cirurgia, mas ainda se torna dúvida para o começo da temporada do futebol alemão.

Davies marcou quatro vezes e deu cinco assistências nas quatro partidas da primeira fase das Eliminatórias da Concacaf, entre março e junho deste ano, e já soma nove gols em 23 jogos pela seleção canadense, impulsionada por uma geração de imigrantes acolhidos no país – como o próprio Davies que nasceu em um campo de refugiados na região costeira de Gana.

Campeão da Copa Ouro em 1985 e em 2000, o Canadá está no Grupo B da competição deste ano, ao lado de Estados Unidos, Haiti e Martinica. Os dois primeiros colocados avançam às quartas de final. Nas Eliminatórias da Concacaf, tenta disputar a Copa do Mundo pela segunda vez, após a participação em 1986.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo