Copa Ouro

México deslancha na Copa Ouro e avança à semifinal com vitória folgada sobre Honduras

A seleção hondurenha estava sem cinco jogadores que testaram positivo para Covid-19 e ofereceu pouca resistência

Honduras estava desfalcada, mas a seleção mexicana resolveu rapidamente as quartas de final da Copa Ouro, na noite do último sábado. Com três gols em um intervalo de 12 minutos no fim do primeiro tempo, abriu 3 a 0 e apenas controlou a segunda etapa para chegar à semifinal pela oitava edição seguida.

Três jogadores – Félix Crisanto, Walter Martínez e Juan Ángel Delgado – testaram positivo para Covid-19 e se juntaram a outros dois que haviam tido a infecção detectada antes de enfrentar o Panamá, na segunda rodada da fase de grupos, entre os desfalques de Honduras. Ainda assim, foi uma atuação consistente do México, talvez sua melhor na Copa Ouro, após empate por 0 a 0 contra Trinidad & Tobago na estreia, 3 a 1 sobre a Guatemala e 1 a 0 sobre El Salvador.

“É muito difícil fazer uma análise do rival. Temos muito respeito pelo que Honduras oferece, estamos cientes que eles tiveram ausências, muitas ausências nos dois times”, disse o técnico do Mexico, Tata Martino. “Quero ficar com a análise do meu time. Estamos crescendo, indo de menos a mais, e estamos na melhor versão de nós mesmos”.

Héctor Herrera teve uma cabeçada à queima-roupa defendida de maneira espetacular por Luis López, aos três minutos, e Funes Mori chegou a driblar o goleiro, mas Johnny Leverón cortou em cima da linha. O placar foi aberto aos 26 minutos, quando Funes Mori subiu bem alto para desviar o cruzamento de Luís Rodríguez da direita.

Cinco minutos depois, Orbelín Pineda lançou a bola na área, a defesa hondurenha afastou e Jonathan dos Santos emendou um bonito chute no canto para ampliar. Pineda cabeceou com firmeza o cruzamento de Jesús Corona para fechar o placar.

Diego Rodríguez acertou a trave antes do intervalo, e Jerry Bengtson exigiu defesa de Talavera, mas o segundo tempo foi um exercício de controle por parte do México. “Lamento não termos conseguido manter o ritmo, muitas vezes o cansaço acumula. Jogamos um segundo tempo de mais administração do jogo do que de querer aumentar a diferença”, explicou Martino.

Na semifinal, o México jogará contra Costa Rica ou Canadá, que se enfrentam neste domingo. No outro lado da chave, o Catar derrotou El Salvador por 3 a 2 e aguarda Estados Unidos ou Jamaica.

.

.

.

.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo