Brasil

Atlético-MG confirma lesão, e Milito terá que ser criativo para substituir o quase insubstituível Zaracho

Zaracho se lesionou contra o Bragantino, e o Atlético terá que se virar para substituir um jogador único como ele

O Atlético-MG confirmou nesta quarta-feira (12) a lesão sofrida pelo meia Matías Zaracho na vitória contra o Red Bull Bragantino. O argentino sofreu uma entorse no tornozelo esquerdo. Ele é mais uma ausência do Galo, que supera um time inteiro de desfalques. Para piorar, ele é o jogador mais difícil de ser substituído no time.

O Atlético não informou o grau ou mesmo o tempo de recuperação, apenas que ele está entregue a fisioterapia, ou seja, não é necessário cirurgia. Uma entorse no tornozelo varia do grau um ao grau três. No um, o tempo de recuperação é de duas a seis semanas. No dois, de seis a 12 semanas. O grau três, que é o pior e, geralmente, exige cirurgia, tira o atleta de campo por vários meses.

Zaracho se junta a Otávio, Rubens e Hulk no departamento médico do Galo. Arana, Alan Franco e Vargas estão com suas seleções na Copa América. Everson, Lemos e Battaglia estarão suspensos no próximo jogo.

Não há ninguém como Zaracho no Galo

jogadores tão diferentes que podem ser considerados insubstituíveis, como Hulk. Em todo caso, se ele não jogar, seu reserva pode marcar — como foi o caso de Cadu, nesta terça, que teve seu gol anulado. Mas, outros, por característica e posição que atuam, são únicos. É o caso de Zaracho, e é difícil encontrar alguém como ele.

O Atlético é outro time sem o argentino. Zaracho jogou como volante na terça. O Galo perdeu muito com essa mudança, já que ele mais avançando dá outra dinâmica ao esquema, trabalha a jogada, infiltra, cria, pisa na área, marca. Foi assim, inclusive, em uma das poucas vezes que ele avançou, conseguindo roubar a bola e fazer o gol.

O Atlético não tem (e seria difícil mesmo ter) um jogador para substituí-lo. Quem mais se assemelha (e ainda longe) é Alan Franco, que também está fora por estar com o Equador na Copa América.

A lesão do argentino é um golpe incalculável para o Atlético. Perder o motor do time é complicado para qualquer time. Por sorte do Galo, Gabriel Milito já demonstra que tem capacidade para se reinventar e superar adversidades, resta saber se ele vai conseguir mais uma vez.

Histórico (longo) de lesões de Zaracho

Zaracho é um dos principais jogadores do Atlético desde 2021. No entanto, o argentino sempre sofreu muito com lesões. Muitas delas musculares, poucas causadas por adversários, como essa contra o Bragantino. Em 2023, por exemplo, ele sofreu muitos problemas. E no começo de 2024 também já tinha ficado de algumas partidas.

  • Dez/22: Expectativa de ser O meia do time após a saída de Nacho
  • Jan/23: Lesão séria no tornozelo
  • Fev/23: Estreia na temporada
  • Mar/23: Perde o cunhado
  • Jul/23: Lesão na coxa direita
  • Ago/23: Lesão na coxa direita
  • Ago/23: Prestes a voltar de lesão, recebe a notícia da morte do pai
  • Set/23: Volta a jogar após lesões e dois baques pessoais
  • Out/23: Faz grandes atuações e mostra força
  • Dez/23: Fora do último jogo por lesão na coxa direita
  • Jan/24: Fora do primeiro jogo seguindo tratamento
  • Fev/24: Nova lesão, agora na coxa esquerda
Zaracho teve lesão física logo no início da temporada (Pedro Souza / Atlético)

As opções para Milito

Com Otávio e Zaracho lesionados, Alan Franco na seleção equatoriana e Battaglia suspenso, Gabriel Milito perdeu todos seus meias defensivos. Para o próximo jogo, contra o Palmeiras, é provável que ele tenha que improvisar um zagueiro como volante, e o escolhido deve ser Bruno Fuchs.

Para a função de Zaracho, Milito terá que colocar Igor Gomes ou Pedrinho, que tem características bem diferentes, mas são as opções possíveis. Não dá para fugir muito disso. E deve ser assim até a volta de Alan Franco da Copa América.

Uma notícia boa: Hulk voltando

Em meio as várias notícias de desfalques, o atleticano recebeu uma notícia boa logo após a confirmação da lesão de Zaracho: o atacante Hulk, que se lesionou na última semana, iniciou transição para a parte física, o que indicar que ele está mais próximo do retorno.

O Galo sonha que o seu principal jogador consiga voltar para o jogo da próxima segunda (17), contra o Palmeiras, diminuindo assim a lista de desfalques e, sem dúvidas, aumentando o poder do time.

Foto de Alecsander Heinrick

Alecsander HeinrickSetorista

Jornalista pela PUC-MG, passou por Esporte News Mundo e Hoje em Dia, antes de chegar a Trivela. Cobriu Copa do Mundo e está na cobertura do Atlético-MG desde 2020.
Botão Voltar ao topo