Brasil

Copo meio-cheio: suspensões dão oportunidade de reforços do Cruzeiro serem testados

Três últimos reforços do Cruzeiro, Villalba, Cifuentes e Barreal têm poucos minutos em campo e podem ganhar oportunidades nos próximos jogos

O Cruzeiro vive momento importante da temporada e se encontra na disputa da fase final do Campeonato Mineiro, torneio que não vence desde o ano de 2019. Após empatar o jogo de ida da semifinal contra o Tombense, em 0 a 0, o time celeste jogará no Mineirão, no próximo sábado (16) e se classifica para a decisão até mesmo com novo empate. Do outro lado da chave, o América-MG tentará usar o fator casa para reverter a derrota de 2 a 0 para o Atlético-MG na primeira partida do confronto.

Ainda que seja o favorito, tanto pelo elenco mais forte, quanto pela vantagem do empate conquistada por ter feito a melhor campanha do campeonato na fase de grupos, o Cruzeiro terá alguns problemas para a próxima partida. O treinador Nicolás Larcamón não poderá contar com Zé Ivaldo e Marlon, titulares absolutos da zaga e lateral-esquerda da Raposa, que foram expulsos no jogo de ida.

Além disso, há a possibilidade do comandante argentino perder, também, o volante Lucas Romero, que será julgado pelo TJD-MG, na quinta-feira (14), pela cotovelada no atacante Rodrigo Varanda, do América-MG, no clássico entre as duas equipes. “El Perro” pode pegar até 12 jogos de suspensão.

O Cruzeiro pode ver o “copo meio-cheio”, como gosta Ronaldo

No final de 2023, quando o Cruzeiro vivia momento muito difícil no Campeonato Brasileiro, o empresário Ronaldo Nazário, dono da SAF celeste, deu entrevista polêmica, onde, dentre diversas declarações polêmicas, afirmou que era preciso que o torcedor cruzeirense tentasse enxergar o “copo meio-cheio”.

Portanto, seguindo o conselho do Fenômeno, podemos tirar algumas boas coisas dentro do problema das suspensões. Sem poder contar com alguns titulares, Nicolás Larcamón poderá, enfim, dar mais minutos aos reforços mais recentes do Cruzeiro.

Sem Marlon, a tendência é que Lucas Villalba, zagueiro argentino de 29 anos, seja o nome do lado esquerdo da defesa celeste. Larcamón adiantou na coletiva após o empate contra o Tombense que o jogador foi contratado para brigar por posição com o camisa 3. Até o momento, Villalba tem três jogos pelo Cruzeiro, todos entrando na reta final, sem muito tempo para mostrar seu futebol.

Outro que pode ganhar uma chance é o ala Álvaro Barreal, que surge como opção caso Nico Larcamón decida usar um esquema com três zagueiros. Tendo Neris, João Marcelo e Villalba formando um trio defensivo, o treinador celeste poderia abrir William e Barreal, colocando o camisa 21 na vaga de Mateus Vital, que foi titular nos últimos dois jogos, mas não acrescentou muito ao time.

Se escolhido, Barreal, que ainda não estreou pelo Cruzeiro, poderia fazer uma dupla interessante com Arthur Gomes, sendo eles acionados por Matheus Pereira, com o objetivo de criar chances entre eles próprios, mas também buscando Dinenno na área e as infiltrações de William.

E caso Lucas Romero receba punição e perca jogos nesta reta final de estadual, José Cifuentes, que já pede passagem após entrar bem nos três jogos em que foi acionado por Nico, seria a principal opção. É fato que o Cruzeiro perderia em poder de marcação com o equatoriano ao lado de Lucas Silva, mas esse fator poderia ser compensado com uma postura mais ofensiva da Raposa, na intenção de sufocar os adversários.

Se para Larcamón não ter alguns de seus principais jogadores é um problema, para os possíveis substitutos se trata de uma oportunidade única para reforçarem a concorrência por vagas no time titular, já que jogadores como Zé Ivaldo, Marlon e Lucas Romero não vinham dando espaço para outros atletas. E caso os oportunizados consigam desempenhar um bom futebol, o Cruzeiro terá novas opções num momento de grande importância na temporada, as finais estaduais e o início do Campeonato Brasileiro e Copa Sul-Americana.

Foto de Maic Costa

Maic Costa

Maic Costa nasceu em Ipatinga, mas se radicou na Região dos Inconfidentes mineiros. Formado em Jornalismo na UFOP, em 2019, passou por Estado de Minas, Superesportes, Esporte News Mundo, Food Service News e Mais Minas. Atualmente, é setorista do Cruzeiro na Trivela.
Botão Voltar ao topo