Brasil

Cruzeiro x Tombense: quais as opções de Larcamón para substituir expulsos?

Zé Ivaldo e Marlon foram expulsos em Tombense x Cruzeiro, pelo jogo de ida da semifinal do Campeonato Mineiro, e não estarão disponíveis no jogo de volta

O Cruzeiro nem teve tempo de esquecer o empate desse domingo, em 0 a 0, com o Tombense, pela partida de ida da semifinal do Campeonato Mineiro, e o treinador Nicolás Larcamón já tem que pensar no jogo da volta. Raposa e Carcará se enfrentarão no próximo sábado (16), às 16h30 no Mineirão, e o comandante argentino precisará encontrar reposição para dois jogadores importantíssimos: o zagueiro Zé Ivaldo e o lateral-esquerdo Marlon.

Zé Ivaldo, de 27 anos, foi expulso após entrada dura, por cima da bola, que acertou o tornozelo do adversário, aos 33 minutos do primeiro tempo da partida contra o Tombense, disputada num Ipatingão cheio de cruzeirenses. Quando recebeu o cartão vermelho, o zagueiro já havia sido amarelado, mas a segunda advertência foi direta. O camisa 5 saiu de campo muito irritado, aparentemente consigo mesmo, e chutou um microfone enquanto se dirigia ao vestiário.

Marlon, por sua vez, foi expulso de forma polêmica, recebendo dois amarelos num período de tempo de aproximadamente sete segundos. Na súmula do jogo, o árbitro Paulo Cesar Zanovelli informou que deu o primeiro amarelo ao camisa 3 por ele retardar uma cobrança de arremesso lateral para o Cruzeiro e, o segundo, logo em seguida, pelo jogador ter dado um soco no ar, mostrando revolta com a advertência.

Entre os principais questionamentos acerca do lance estão o fato de o volante Lucas Romero estar com a bola no momento da cobrança do lateral e pelo curto tempo entre as duas advertências, aproximadamente cinco segundos. Marlon saiu muito revoltado de campo e ainda chutou um copo d’água.

Neris é o principal favorito para a zaga

Questionado sobre os desfalques na coletiva de pós-jogo, Nicolás Larcamón deixou claro que não está preocupado, reforçando que tem ótimas opções, de sua confiança, para as posições desfalcadas. Na zaga, rasgou elogios a Neris, titular no início da temporada, que surge como o favorito para a posição. Nico ainda citou o colombiano Helibelton Palacios, lateral-direito que pode jogar centralizado, como uma possibilidade, apesar desta se mostrar bastante improvável.

— A boa notícia é que voltou Neris, o qual é um jogador importante para a gente. E ele é um líder, um jogador que faz muito bem o que se pede no modelo que a gente joga. Temos jogadores que podem desempenhar bem nessa função. Estamos tranquilos — afirmou.

Além de Neris e Palacios, o argentino Lucas Villalba e o garoto Pedrão são as outras opções para a vaga de Zé Ivaldo na zaga, mas eles não devem ser os escolhidos. Enquanto o cria da Toca nem chegou a ser citado na coletiva ou relacionado para a primeira partida contra o Tombense, Villalba foi apontado como o provável substituto de Marlon na lateral-esquerda.

Lucas Villalba sai na frente para ocupar a lateral-esquerda do Cruzeiro

Sem o jovem prodígio Kaiki, que se recupera de lesão sofrida enquanto defendia a Seleção Brasileira Olímpica, é o argentino Lucas Villalba que surge como o grande favorito a ocupar a lateral-esquerda do Cruzeiro, na vaga de Marlon. O próprio Larcamón apontou a possibilidade, na coletiva após o empate contra o Tombense.

De acordo com o argentino, Villalba foi contratado para disputar posição com o camisa 3 e, por isso, apesar de ter muito trabalho até o próximo jogo, surge como o nome mais forte na disputa.

— Villalba veio ao Cruzeiro para fazer essa função de competir com Marlon, de ser zagueiro pela esquerda, ser lateral. Ainda temos muito trabalho, mas Villalba é o principal candidato a jogar na função do Marlon — adiantou Larcamón.

Caso o treinador argentino queira mudar a estrutura da equipe, existe a possibilidade de Neris e Villalba serem escalados junto com João Marcelo e o Cruzeiro, enfim, atuar num esquema com três zagueiros de origem, tão falado desde o anúncio de Larcamón. Assim, William e Álvaro Barreal, este na vaga de Mateus Vital, poderiam atuar pelas alas, junto de Lucas Romero e Lucas Silva, ou José Cifuentes, e Matheus Pereira. Na frente, Nico poderia optar por dois atacantes de área, com Juan Dinenno e Rafael Elias Papagaio, ou com um homem de frente mais móvel, o ponta Arthur Gomes.

Ainda que as possibilidades já estejam sendo discutidas, o time escolhido por Nico Larcamón só será conhecido uma hora antes da bola rolar. Treinamentos durante a semana podem gerar mudanças na provável escalação azul celeste.

Foto de Maic Costa

Maic Costa

Maic Costa nasceu em Ipatinga, mas se radicou na Região dos Inconfidentes mineiros. Formado em Jornalismo na UFOP, em 2019, passou por Estado de Minas, Superesportes, Esporte News Mundo, Food Service News e Mais Minas. Atualmente, é setorista do Cruzeiro na Trivela.
Botão Voltar ao topo