Brasileirão Série B

Carille diz que Patrick pode suprir lacuna no Santos e revela que indicou Serginho

Em entrevista coletiva após a vitória sobre o Paysandu, na estreia da Série B, Carille falou sobre os últimos reforços do clube

O período de contratações chegou ao fim. E, em tese, um reforço não foi contratado no Santos: um atacante para os lados do campo. Não é assim, porém, que pensa o técnico Fábio Carille. Em entrevista coletiva após a vitória sobre o Paysandu, na Vila Belmiro, por 2 a 0, na estreia da Série B do Campeonato Brasileiro, o treinador afirmou que Patrick, que trocou o Atlético-MG pelo Peixe, pode ser usado nessa função. Para justificar essa ideia, o treinador usou como exemplo a passagem do atleta pelo Internacional.

Além de Patrick, o Santos aproveitou os últimos dias para anunciar as chegadas do lateral-esquerdo Gonzalo Escobar, vindo do Fortaleza, e do meia atacante Serginho, emprestado pelo Maringá, que também pode ser utilizado pelo lado do campo.

— Para essa posição [atacante de lado de campo], chegou o Patrick, que pode jogar na ponta. Ele fez isso muitas vezes no Internacional. Ele faz quatro ou cinco funções. Vamos ver o que acontece. Vai passar por um período de treinamento para a gente entender onde pode render melhor. O Serginho também pode fazer, mas não é minha primeira opção em relação a ele. Eu conheço muito o Paranaense, joguei lá como atleta, sei como é difícil. Eles foram vice-campeões, tirando o Coritiba. O Serginho entrou na seleção. Busquei informações. Pode ser um meia pelo lado, mas penso em vê-lo por dentro primeiro — disse o treinador.

Quem indicou a contratação de Serginho?

Dentro da entrevista coletiva, Carille também explicou a surpreendente contratação de Serginho, de 33 anos.

— Conheço o Serginho há muito tempo. Acompanhei o Serginho no Oeste e no Japão. Além disso, ele teve dois anos maravilhosos no Maringá. Foi um pedido meu e acredito que ele possa nos ajudar bastante nesta temporada — explicou Carille sobre o atleta que assinou contrato de sete meses com o Peixe.

O que Carille achou da estreia na Série B?

Assim como a maioria dos torcedores, Carille não aprovou a atuação dos seus comandos diante do Paysandu. Porém, pediu calma e salientou que não é justo fazer qualquer tipo de avaliação com apenas uma rodada.

— A gente não pode avaliar o time por um jogo. O que me conforta é que esse time enfrentou cinco ou seis times que vão jogar a Série B [adversários envolvidos no Campeonato Paulista] e já deu para entender como será. O torcedor precisa ter confiança por tudo que o time fez. Mas não podemos pensar assim aqui dentro. Temos que pensar a cada jogo — falou o comandante.

Quando o Santos se reapresenta?

Como o próximo jogo na Série B será na sexta-feira (26), às 20 horas (horário de Brasília), na Ressacada, o elenco do Santos terá o domingo de folga (21) e iniciará a sua preparação a partir de segunda-feira (22), no CT Rei Pelé.

Foto de Bruno Lima

Bruno Lima

Bruno Lima nasceu em Santos (SP) e se formou em Jornalismo na Universidade Católica de Santos (UniSantos) em 2010. Antes de escrever para Trivela, passou por A Tribuna.
Botão Voltar ao topo