Brasil

Luciano termina ano como protagonista (de novo) e deve seguir no São Paulo em 2024

No jogo 200 pelo São Paulo, Luciano empata com Calleri como artilheiro e mostra por que deve ficar para 2024

O São Paulo amargou (mais) uma tropeço fora de casa no Brasileirão, mas mesmo com a derrota por 2 a 1 para o Atlético-MG, no Mineirão, Luciano viveu uma noite especial pelo clube no último sábado (2). O atacante fez seu jogo de número 200 pelo Tricolor e ainda empatou com Calleri como artilheiro do elenco em 2023, ao marcar o gol de honra são-paulino na partida. Duas marcas que comprovam que o camisa 10 pode até ter perdido a titularidade absoluta na equipe. Mas nunca perdeu o protagonismo desde que chegou ao Morumbi.

Prova disso é que Luciano pode ser chamado de “Rei dos Números” do São Paulo. Após balançar as redes contra o Galo, o atacante chegou aos mesmos 14 gols de Calleri na temporada. Ele ainda distribuiu oito assistências para os companheiros. Ninguém participou de mais gols pelo Tricolor ao longo do ano do que o camisa 10, jogador de linha que mais atuou, com 64 jogos. Ao todo, 22 dos 91 gols marcados pela equipe passaram por seus pés.

Jogador de personalidade forte e frases mais fortes ainda, Luciano é um protagonista solidário. Prova disso é que na entrevista coletiva após a derrota para o Atlético-MG, o camisa 10 disse que trocaria tanto o gol quanto a marca especial dos 200 jogos por uma vitória no Mineirão.

– Fiz um gol importante, em uma data especial e em um jogo especial, mas trocaria pela vitória – disse Luciano.

Luciano em 2023

  • 64 jogos (jogador de linha que mais atuou)
  • 14 gols (artilheiro, ao lado de Calleri)
  • 8 assistências (vice-artilheiro)
  • 22 participações em gols (líder do elenco)

Não é à toa que Dorival Júnior o considera um titular da equipe, mesmo que ele tenha ficado no banco nos dois jogos da final da Copa do Brasil. Minutos após a conquista, o camisa 10 fez questão de pegar o microfone para elogiar o treinador enquanto os companheiros davam o banho de gelo tradicional no técnico. Instantes depois, o técnico devolveu os elogios ao citar o caráter e o comprometimento do atacante.

Faltou citar o protagonismo, mas disso, os números se encarregam. Desde o título, aliás, Luciano é o artilheiro isolado da equipe. O atacante marcou quatro dos 12 gols do São Paulo nos 14 jogos após a final contra o Flamengo.

– Ele sabe da importância de tudo que realizou desde a minha chegada aqui dentro. Para mim, é titular da minha equipe. Ele não precisa iniciar toda partida para ser considerado titular. Luciano, quando entrou, foi decisivo mais uma vez. É isso que nós queremos, que o jogador se sinta preparado para momentos importantes e decisivos, e que marque presença. Temos um elenco que proporciona isso, estou jogando com peças dependendo da necessidade, do adversário – disse Dorival em entrevista recente.

Protagonista, Luciano deve ficar para 2024

Entra ano, sai ano, e Luciano mantém seu papel de referência no elenco. Tamanho é o protagonismo, que ele deu até sobrevida a uma história que parecia bem perto do fim.  No início de novembro, Luciano saiu do banco de reservas e marcou o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro, pela 31ª rodada do Brasileirão.

Mas o que chamou atenção foi o que veio após o atacante balançar as redes. Luciano correu para o comemorar o gol e de repente parou, com semblante sério. Só voltou a sorrir depois que os companheiros se aproximaram para celebrar. Mais tarde, o camisa 10 preferiu não conceder entrevista à transmissão do Premiere na saída de campo.

A informação apurada pela Trivela à época era de que a saída do atacante nunca havia parecido tão próxima. A avaliação era de que o clube poderia faturar um bom valor com a negociação do atacante, além de abrir espaço na folha salarial com a transferência. No outro lado, Luciano entendia que o ciclo poderia estar perto do fim e se mostrava aberto a deixar o clube, mas desde que por uma proposta também vantajosa para ele. O São Paulo tinha recebido apenas sondagens pelo camisa 10 de equipes da Arábia Saudita.

Luciano deve ficar no São Paulo para 2024 (IconSport)

Mas desde então, as conversas esfriaram, e o cenário mudou. Hoje, a permanência do atacante é dada como certa por fontes consultadas pela reportagem, Dorival Júnior conta muito com Luciano para 2024, e o São Paulo também trabalha com sua permanência para a próxima temporada. A Trivela ouviu que o camisa 10 só deixará o Tricolor em caso de uma proposta considerada irrecusável tanto para o clube quanto para o jogador. Os números ao longo de 2023 inflaram também a pedida são-paulina no mercado.

Com Luciano em alta, o São Paulo se despede desta temporada na próxima quarta-feira (6), às 21h30 (horário de Brasília), quando enfrenta o Flamengo no Morumbi pela 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor é 11º colocado na competição, com 50 pontos, e pode subir no máximo para a nona colocação, em caso de vitória.

Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Eduardo Deconto nasceu em Porto Alegre (RS) e se formou em Jornalismo na PUCRS. Antes de escrever para a Trivela, passou por ge.globo e RBS TV.
Botão Voltar ao topo