Brasil

Mudança no regulamento do Brasileirão acaba com dor de cabeça para Carpini no São Paulo

Aumento do limite de estrangeiros de sete para nove jogadores por partida beneficia (e muito) o São Paulo em 2024

A CBF e os 20 clubes que disputam a Série A do Campeonato Brasileiro acabam de aprovar uma série de mudanças no regulamento da competição em 2024. E uma delas terá impacto direto na vida do São Paulo para acabar de vez com um problema que traz uma (boa) dor de cabeça para o técnico Thiago Carpini. Com o aumento do limite de estrangeiros a cada partida, o treinador não terá mais restrições para relacionar os gringos de seu elenco no Brasileirão.

Nesta temporada, o número máximo de jogadores nascidos fora do país que podem ser relacionados a cada rodada subiu de sete para nove. Número suficiente para que o técnico possa utilizar todos os estrangeiros de seu plantel sempre que quiser – e que eles estejam à disposição, claro.

O São Paulo, aliás, foi uma “vítima” frequente da limitação de estrangeiros em outras temporadas. Tanto, que o clube defendeu no ano passado a extinção do limite de jogadores nascidos fora do país em jogos do Campeonato Brasileiro em  um ofício enviado à CBF. À época, o clube conseguiu que o número fosse ampliado de cinco para sete gringos no Brasileirão do ano passado.

Hoje, o São Paulo conta com um total de nove estrangeiros em seu elenco – justamente o novo limite oficializado pela CBF para o Campeonato Brasileiro – de sete nacionalidades diferentes. E quase todos eles são figuras recorrentes na equipe do técnico Thiago Carpini. A começar por Arboleda (Equador) e Calleri (Argentina), dois titulares absolutos.

Ferraresi (Venezuela) é outro que tem recebido mais oportunidades na equipe inicial recentemente. Alan Franco (Argentina), Bobadilla (Paraguai), Galoppo (Argentina) e Michel Araújo são opções frequentes do treinador no decorrer das partidas. James Rodríguez (Colômbia), por sua vez, busca a melhor forma física para entrar de vez na briga por uma vaga no time titular. Apenas o garoto Iba Ly (Senegal) não foi utilizado por Carpini e está no fim da fila de sua posição.

São Paulo é um dos times com mais estrangeiros na Série A

O São Paulo, de fato, é um dos times mais beneficiados pela mudança. Apenas Inter e Athletico têm mais estrangeiros em seu elenco do que o Tricolor. O clube paranaense conta com dez jogadores que nasceram fora do Brasil em seu plantel. O Colorado também chegou a dez atletas de fora do país com a chegada do argentino Alexandro Bernabei. O Fortaleza e o Botafogo são as outras duas equipes com nove gringos em seus grupos.

> Os estrangeiros do São Paulo

  • Arboleda – Equador
  • Alan Franco – Argentina
  • Damián Bobadilla – Paraguai
  • Giuliano Galoppo – Argentina
  • Iba Ly – Senegal
  • James Rodríguez – Colômbia
  • Jonathan Calleri – Argentina
  • Michel Araújo – Uruguai
  • Nahuel Ferraresi – Venezuela

Número de estrangeiros já foi (e é) problema para Carpini

A prova de que a mudança trará benefícios ao São Paulo veio no Campeonato Paulista. O regulamento do estadual segue o limite de estrangeiros que estava vigente na última edição do Campeonato Brasileiro. Cada clube pode relacionar no máximo sete jogadores nascidos fora do país a cada partida. E o Tricolor já sofreu (e vem sofrendo) com esta limitação.

Com o retorno de James Rodríguez na vitória por 3 a 0 sobre a Inter de Limeira, Thiago Carpini se viu obrigado a deixar um dos estrangeiros fora do banco de reservas. Sobrou para Galoppo. O meia foi ausência entre os relacionados na partida, mas voltou no jogo seguinte, o clássico diante do Palmeiras, porque Calleri havia recebido o terceiro amarelo e estava suspenso.

Agora, o treinador terá de quebrar novamente a cabeça para definir a lista de relacionados para o jogo decisivo contra o Ituano, neste domingo (10), às 16h (horário de Brasília), no Novelli Júnior, pela última rodada da fase de grupos. Como Calleri cumpriu suspensão no empate em 1 a 1 com o Palmeiras, ele volta a ficar à disposição e será titular. Um dos outros estrangeiros deve sobrar da lista.

Carpini poderá todos os estrangeiros de seu elenco no Brasileirão (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

 

Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Eduardo Deconto nasceu em Porto Alegre (RS) e se formou em Jornalismo na PUCRS. Antes de escrever para a Trivela, passou por ge.globo e RBS TV.
Botão Voltar ao topo