Brasil

Calleri está machucado, mas São Paulo espera dar boa notícia à torcida

Calleri sofre um rompimento de um cisto de baker, mas deve estar à disposição do São Paulo contra o Novorizontino

O São Paulo deixou o Novelli Júnior, no último domingo (10), aliviado com a vitória sobre o Ituano e a vaga garantida nas quartas de final do Campeonato Paulista, mas, ao mesmo tempo, preocupado com Calleri. O centroavante sentiu um “estalo” no joelho direito e teve de ser substituído no intervalo da partida. Mas ao que tudo indica, não passou de um mero susto.

O atacante passou por exame de imagem na última segunda-feira (11) que constatou o rompimento de um cisto de baker (entenda o que é a lesão abaixo) no local. Conforme apurado pela Trivela, trata-se de um problema considerado “nada grave”. Portanto, a expectativa é de que Calleri esteja à disposição do São Paulo na partida contra o Novorizontino, no próximo domingo (17), às 18h (horário de Brasília), no MorumBIS, pelas quartas de final do Paulistão.

O rompimento do cisto — uma espécie de “bolsa” que acumula um fluido de lubrificação da articulação – causa dor e inflamação na região do joelho. O tratamento no caso de Calleri é apenas esperar que o líquido seja absorvido pelo corpo para encerrar a inflamação. Como o São Paulo tem a semana livre até a partida, há prazo hábil para que isso aconteça.

O centroavante sentiu o problema já no final do primeiro tempo, instantes antes de Luciano marcar o segundo gol do São Paulo em Itu. Calleri resistiu até o intervalo, mas não voltou para a segunda etapa. Foi substituído por Juan e assistiu ao jogo de chinelos no banco de reservas.

O que é um cisto de baker?

O cisto de baker é uma espécie de “caroço” que se forma na parte de trás do joelho por conta do excesso de fluido sinovial, um líquido que atua na lubrificação da articulação do joelho. Este fluido se acumula quando há produção em excesso, por conta de lesões ou desgastes de articulação.

Com o rompimento do cisto de baker, esse líquido se espalha e causa inflamação e dor forte. Normalmente, o corpo absorve sozinho o fluido para “curar” a lesão — é o caso de Calleri. Em alguns casos mais extremos, é necessário fazer até uma punção.

Caso Calleri não jogue, Carpini agora tem alternativa

Caso Calleri não tenha condições de jogo — o que é improvável, especialmente se tratando de um confronto decisivo — o São Paulo ao menos conta com um substituto à disposição no elenco: André Silva. Com a classificação, o reforço já pode ser inscrito pelo clube na competição e, consequentemente, fazer a sua estreia já “na fogueira” contra o Novorizontino. Resta à diretoria definir quem deixará a lista de jogadores aptos a disputar o Paulistão para a entrada do atacante. Condição física para atuar, ele já tem. O centroavante estava em meio de temporada na Europa e era o artilheiro do Vitória de Guimarães em Portugal.

André foi contratado justamente para isso: ser uma alternativa na posição de centroavante quando o titular não puder atuar. Mas o reforço fez um alerta assim que recebeu a camisa 17 das mãos do presidente Julio Casares, em sua apresentação na última quarta-feira (6). O atacante diz ter característica diferente para exercer a função na referência do ataque.

— Calleri é um centroavante de muita qualidade. É um cara que admiro. Somos de características diferentes. Sou um cara que gosta de procurar jogo, fazer movimentos de profundidade. Isso traz mais armas para aquilo que o Carpini vai precisar. Esse comportamento foi trabalhado (De ser mais frio). Portugal me deu essa bagagem. Dentro do campo, gosto de observar. Foi algo que adquiri dentro desse campo. Sou desse jeito em campo, um pouco mais frio — disse o reforço em sua coletiva de apresentação.

André Silva deve estrear pelo São Paulo já no mata-mata do Paulistão (Foto: São Paulo FC)

São Paulo enfrentará o Novorizontino nas quartas

O São Paulo avançou às quartas de final na liderança do Grupo D, com 22 pontos — mesma pontuação do Novorizontino, segundo colocado devido à diferença no saldo de gols. As duas equipes agora se enfrentam em jogo único pelas quartas de final no MorumBIS. O Tricolor fechou a fase de grupos com a terceira melhor campanha geral, atrás apenas de Palmeiras, primeiro colocado, e Santos, que ficou em segundo.

Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Eduardo Deconto nasceu em Porto Alegre (RS) e se formou em Jornalismo na PUCRS. Antes de escrever para a Trivela, passou por ge.globo e RBS TV.
Botão Voltar ao topo