Brasil

Com parcela de compra atrasada, Santos é procurado e pode ‘devolver’ João Basso

Segundo o apurado pela Trivela, Arouca iniciou conversas com o Santos para recontratar o zagueiro João Basso

O Arouca, de Portugal, está interessado no retorno do zagueiro João Basso. Segundo o apurado pela Trivela, o clube português iniciou conversas com o Santos para contratar o jogador de 27 anos por empréstimo com opção de compra ao término do vínculo. O Peixe ainda analisa a possibilidade, pois colocaria fim em uma dívida, que está com pagamento atrasado, e ‘recuperaria' o investimento feito no atleta.

Reserva no time de Fábio Carille, João Basso se animou com o interesse, porque era o capitão do Arouca antes de se transferir para o Santos e sabe que desfruta de grande carinho do torcedor arouquense. Além disso, ter a oportunidade de voltar a jogar com regularidade, ao invés de ser apenas uma opção no banco de reservas, também pesa para que o zagueiro considere o retorno a Portugal.

Arouca quer empréstimo com opção de compra

Ainda conforme as informações obtidas pelo site, o clube português procurou o Santos disposto a levar João Basso por empréstimo de quatro meses – até o término da atual temporada – com opção de compra, caso o zagueiro reencontre os bons momentos vividos no clube.

Nas conversas iniciais para as condições da opção de compra, o Arouca se propôs a fazer negócio pelo mesmo valor que o Santos se comprometeu a pagar ao tirá-lo do clube português – em agosto de 2023, o Peixe viabilizou a compra de Basso por 2,5 milhões de euros (pouco mais de R$ 13 milhões na cotação da época) com pagamentos em quatro parcelas.

Compra de Basso tem parcela atrasada

De acordo com a apuração do site, o negócio foi sacramentado com o pagamento de 500 mil euros (cerca de R$ 2,6 milhões) à vista na assinatura do contrato e mais três parcelas, sendo a segunda, também no valor de 500 mil euros, para ser quitada em novembro do ano passado, e as duas restantes, no valor de 750 mil euros (R$ 4 milhões) cada, para serem pagas em março e julho de 2024. Ocorre que a segunda parcela do negócio permanece em aberto.

Como funcionaria a opção de compra para o Arouca?

Diante do cenário, o Arouca propôs, caso decida ficar com o zagueiro em definitivo ao final da temporada 2023/2024, o pagamento dos mesmos 500 mil euros que o Santos fez no ato da contratação de Basso, além do abatimento da parcela em atraso e das duas com vencimento previsto para 2024.

Basso iniciou o ano fora dos planos do Santos

Após o rebaixamento no Campeonato Brasileiro, o Santos iniciou o seu planejamento para 2024 com Basso fora dos planos. O zagueiro foi colocado para treinar separadamente nos primeiros dias de trabalho, mas voltou atrás em 10 de janeiro após o atleta reduzir os seus vencimentos.

Apesar disso, o jogador viu o técnico Carille iniciar a temporada com Joaquim e Gil formando a dupla de zaga na vitória alvinegra sobre o Botafogo-SP, por 1 a 0, no último sábado (20), em compromisso válido pela primeira rodada do Campeonato Paulista.

História de João Basso em Portugal e no Arouca

A primeira experiência de Basso em Portugal foi com a camisa do Estoril. Ainda muito jovem, o defensor não teve sequência e, sem espaço, acabou se transferindo, em 2019, para o Arouca. À época, a equipe disputava a terceira divisão do Campeonato Português.

Ao longo da sua primeira passagem pelo clube, Basso ajudou o Arouca a conquistar o acesso à primeira divisão de Portugal e à fase preliminar da Conference League. Além de capitão do time, Basso conquistou o carinho da torcida do Arouca por seus números. Em 133 partidas, ele marcou 19 gols, deu duas assistências, recebeu 28 cartões amarelos e nenhum vermelho.

Foto de Bruno Lima

Bruno Lima

Bruno Lima nasceu em Santos (SP) e se formou em Jornalismo na Universidade Católica de Santos (UniSantos) em 2010. Antes de escrever para Trivela, passou por A Tribuna.
Botão Voltar ao topo