Brasil

Rescisão de contrato encerrou a desnecessária segunda passagem de Luiz Adriano pelo Internacional

Sem espaço no elenco comandado por Eduardo Coudet, Luiz Adriano encerrou sua desnecessária segunda passagem pelo Internacional, que durou pouco mais de um ano

Na última sexta-feira (1º), o Internacional acertou a rescisão de contrato de Luiz Adriano. Com vínculo que iria somente até o final de julho, o centroavante de 36 anos teve sua saída antecipada para poder assinar com o Vitória.

Foi assim, sem grande cerimônia, e de forma até melancólica, que Luiz Adriano encerrou sua segunda passagem pelo Internacional. O centroavante estava sem espaço no elenco comandado por Eduardo Coudet, que tem Enner Valencia, Lucas Alario e Lucca como alternativas para a posição. Isso sem falar em Rafael Borré, que está acertado com o Inter, mas, sem liberação do Werder Bremen, ainda não desembarcou em Porto Alegre.

Em 2024, Luiz Adriano atuou em apenas quatro partidas do Inter no Campeonato Gaúcho. Na estreia, contra o Avenida, deu passe muito errado para Pedro Henrique após entrar no segundo tempo. Titular e capitão contra o São Luiz, perdeu gol incrível na reta final do jogo em Ijuí. Depois de três partidas sem somar minutos, voltou a entrar contra Santa Cruz e São José. Nesta última partida, no Passo D'Areia, sua ação derradeira com a camisa colorada foi uma expulsão, nos acréscimos do segundo tempo, após se desentender com o zagueiro Fredson, do Zeca.

Ausência na estreia na Copa do Brasil já indicava saída de Luiz Adriano

A iminente saída de Luiz Adriano do Inter, que já era conjecturada, ficou evidenciada quando o centroavante, assim como Gabriel e De Pena, não foi relacionado para a estreia na Copa do Brasil, na última quarta-feira (28), contra o ASA, em Arapiraca/AL. Após a vitória, Coudet confirmou que a ausência dos três atletas foi motivada por possíveis negociações, já que se fossem utilizados não poderiam disputar a competição por outro clube.

— Alguns jogadores que a diretoria está negociando, se participassem hoje, depois pode complicar, porque os clubes querem fechar para ter os jogadores em todas as competições, como nós. A particularidade foi essa. Alguns estão negociando com outro clube, ou a diretoria está negociando saída, chegada. Eu sou quem para falar do mercado? […] Não posso falar de casos pontuais, individuais, mas posso afirmar o mesmo que vocês: alguns jogadores que não estiveram na convocatória é por não poderem participar, depois se tem uma saída. Muito simples, e sem ter que esconder nada — revelou Coudet, que não estava no Inter quando Luiz Adriano foi repatriado.

Relembre a segunda passagem de Luiz Adriano pelo Internacional

Luiz Adriano retornou para sua segunda passagem pelo Inter em fevereiro do ano passado, após duas temporadas no Antalyaspor, da Turquia, em que marcou oito gols em 38 jogos. Àquela altura, o Colorado contava apenas com Alemão de centroavante, mas a contratação de Enner Valencia já estava encaminhada para a metade do ano.

No primeiro semestre, como titular, Luiz Adriano teve raro momento de destaque ao marcar dois gols na vitória por 3 a 1 sobre o Independiente Medellín, que garantiu a classificação do Inter para as oitavas de final da Libertadores. A partir da chegada de Valencia, no entanto, foi para o banco de reservas, e passou a acumular entradas que careciam principalmente de intensidade. Em alguns jogos, o camisa 9 aparentava até certa preguiça.

Comprovou-se, no final das contas, o decréscimo técnico que os últimos anos da carreira de Luiz Adriano já denotavam, desde o final da passagem no Palmeiras, em 2021. O retorno ao Inter foi temerário até mesmo para a imagem do jogador no clube, por quem conquistou o inédito e histórico título do Mundial de Clubes de 2006, então com 19 anos, marcando gol na semifinal, contra o Al-Ahly.

Luiz Adriano em sua segunda passagem pelo Internacional

  • 50 jogos (27 como titular)
  • 7 gols
  • 4 assistências
Foto de Nícolas Wagner

Nícolas Wagner

Gaúcho e formado em Jornalismo pela PUC-RS, já passou pela Rádio Grenal e pela RDC TV. É, também, coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo