Brasil

Geromel completa 10 anos de estreia no Grêmio em meio à discussão sobre titularidade e final de ciclo

Exatamente 10 anos após estrear e iniciar linda trajetória pelo Grêmio, Geromel tem titularidade e continuidade no clube discutidas

Foi no longínquo 22 de fevereiro de 2014, há exatamente 10 anos, que Pedro Tonon Geromel fez sua estreia com a camiseta do Grêmio. Depois de dois jogos em que ficou no banco de reservas, o zagueiro vindo do Colônia, da Alemanha, foi titular e atuou nos 90 minutos da vitória gremista sobre o Novo Hamburgo, por 3 a 0, na Arena do Grêmio, pela 10ª rodada do Campeonato Gaúcho. Inclusive, cavou um pênalti.

O resto, como mesmo disse o Grêmio em homenagem nesta quinta-feira (22), é história. Pelo Tricolor Gaúcho, Geromel conquistou Copa do Brasil, Libertadores, Recopa Sul-Americana, seis Campeonatos Gaúchos e quatro Recopas Gaúchas. Individualmente, foi eleito quatro vezes para a Seleção Bola de Prata do Campeonato Brasileiro, da ESPN, e convocado para a Seleção Brasileira para a disputa da Copa do Mundo de 2018. Ídolo gremista, para alguns é o maior zagueiro da história do clube. Ao menos, está em panteão restrito a nomes como Airton Pavilhão, Hugo De León, Adilson Batista, Mauro Galvão e sua eterna dupla, Walter Kannemann.

Geromel e Kannemann beijam a taça da Libertadores após a conquista de 2017. Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Com problemas clínicos e físicos, Geromel vem em decadência desde o ano passado

Entretanto, quando comemora uma década defendendo as cores do Grêmio dentro de campo, Geromel enfrenta momento de contestação. Aos 38 anos, o ídolo gremista tem não só sua titularidade discutida, como também seu ciclo no clube, que para alguns já deveria ter sido encerrado.

Extremamente regular pelo Grêmio, mesmo no rebaixamento em 2021 e na disputa da Série B em 2022, Geromel passou a sofrer com problemas clínicos e físicos a partir do início de 2023, quando sofreu lesão no menisco do joelho esquerdo. A recuperação, cujo prazo inicial era de três meses, durou muito mais do que o previsto. Entre idas e vindas, o zagueiro só foi estrear na temporada no final de agosto, contra o Cruzeiro, quando atuou por 45 minutos e teve uma lesão muscular na coxa.

Geromel entrou em campo apenas mais seis vezes em 2023. E com desempenho oscilante em uma problemática defesa do Grêmio. O experiente zagueiro claramente já não era mais o mesmo, principalmente na capacidade de recuperação. Isso, somada à baixa minutagem ao longo do ano, gerou dúvida sobre a renovação de contrato que se encerrava em dezembro passado.

Desempenho contra o Santa Cruz preocupou, mas substituto é uma incógnita

No final, o vínculo foi estendido por apenas seis meses. E com a prerrogativa, decidida pelo técnico Renato Portaluppi, de que Geromel não seria utilizado nos jogos no interior do Rio Grande do Sul durante o Campeonato Gaúcho. Na Arena do Grêmio, o experiente zagueiro até teve boa atuação na vitória sobre o Juventude, em que a defesa gremista foi muito exigida. Porém, o desempenho abaixo da crítica no primeiro tempo da goleada sobre o Santa Cruz, em que o Tricolor sofreu dois gols do lanterna da competição, deixa em dúvida sua titularidade para a sequência do ano, incluindo o clássico Gre-Nal do próximo domingo (25), no Beira-Rio.

Existe temor, na torcida gremista, de que um rendimento ruim nesta reta final de carreira manche, ainda que minimamente, a linda história de Geromel no Grêmio. Algo parecido aconteceu com Maicon, cujo ciclo se encerrou de maneira traumática, com o Tricolor Gaúcho na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, em 2021.

O problema é que o Grêmio, que apesar do vice-campeonato teve a quarta pior defesa do Campeonato Brasileiro de 2023, não reforçou sua zaga para esta temporada. Além de Geromel e Kannemann, o setor conta com os inconfiáveis Rodrigo Ely e Bruno Uvini e com os jovens Gustavo Martins e Natã. Alvo do Braga na última janela de transferências, Gustavo é muito pedido pela torcida, mas Renato reluta em alçá-lo ao posto de titular, e a última imagem do garoto, no empate com o Ypiranga, em Erechim, não foi positiva.

Resta aguardar para saber como o Grêmio conduzirá o fechamento desse ciclo de 10 anos de Geromel no clube. O zagueiro já deixou claro o desejo de se aposentar no Tricolor Gaúcho. A dúvida é se será na metade deste ano, ou se nova renovação de contrato será assinada. Fato é que, pelo desempenho recente do ídolo gremista, o final parece próximo.

Geromel pelo Grêmio

  • 387 jogos
  • 14 gols
  • Títulos: Copa do Brasil, Libertadores, Recopa Sul-Americana, Campeonato Gaúcho (6x) e Recopa Gaúcha (4x)
  • Bola de Prata da Seleção do Campeonato Brasileiro (4x)
  • Convocação para a Copa do Mundo de 2018
Foto de Nícolas Wagner

Nícolas Wagner

Gaúcho e formado em Jornalismo pela PUC-RS, já passou pela Rádio Grenal e pela RDC TV. É, também, coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo