Brasil

‘Crise do Allianz Parque’ já derrubou arrecadação do Palmeiras em R$ 2 milhões, e média de público em 14 mil

Palmeiras não tem prazo para retornar para casa e vai perdendo dinheiro, rodada após rodada

Sem previsão de voltar ao Allianz Parque, o “Palmeiras de Barueri” vai perdendo arrecadação e atraindo menos torcedores aos seus jogos.

Em comparação aos quatro primeiro jogos como mandante de 2023, o clube já perdeu R$ 2.047.370,18 e viu seu público médio despencar em cerca de 14 mil pagantes nesta temporada.

O cálculo feito pela Trivela não leva em consideração a particularidade dos jogos. Mas, por coincidência, os perfis de partidas dos dois anos são semelhantes.

Assim como no Campeonato Paulista de  2023, quando encarou, pela ordem, São Bento, São Paulo, Santos e Inter de Limeiras, o Palmeiras mandou, em 2024, dois clássico (Santos, de novo, e Corinthians). Encarou também dois jogos contra times do interior: a mesma Inter e o Ituano.

Vale frisar que um dos clássicos de 2023, contra o Santos (4 de fevereiro), aconteceu no Morumbis, por conta de um show. Mas essa mudança de lugar, na verdade, escancara ainda mais o prejuízo de 2024.

A partida, vencida pelo Palmeiras por 3 a 1, na última temporada, teve 49.241 pagantes e arrecadou R$ 2.073.483.
Já o Clássico da Saudade da atual temporada, no Allianz, teve 40.379 pagantes, mas rendeu mais: R$ 2.369.179,78.

Estádio Allianz Parque, do Palmeiras (Mauro Horita/Icon Sport)

Data incerta

Em que pese ter sido o primeiro jogo após a derrota na Supercopa Rei, o Palmeiras x Ituano deste ano atraiu apenas 8.879 pagantes à Arena Barueri. Foi o segundo pior público do Palmeiras em três temporadas.

Contudo, o Palmeiras x Ceará de 9 de dezembro de 2021 (5.304), foi jogado com o Palmeiras já campeão da Libertadores e com todos os jogadores profissionais de férias – exceto Mateus Fernandes. Até Abel Ferreira não trabalhou nesse dia, deixando o time para Paulo Victor Gomes, então no sub-20 do clube.

O UOL informou, e a reportagem da Trivela confirmou, que a Real Arenas/ WTorre pretende deixar o estádio pronto para o Palmeiras para as quartas de final do Campeonato Paulista, em 16 ou 17 de março.

A cortiça que vai substituir o composto termoplástico do gramado será importada de Portugal para o Brasil, para ser instalada no início de março.

Depois desse processo, haverá uma inspeção de um laboratório parceiro da Fifa e um etapa de aprovação por parte do Palmeiras, que quer levar atletas e membros do Núcleo de Saúde e Performance para averiguar o gramado. Por fim, a Federação Paulista, que interditou o campo de jogo, também precisa dar seu aval.

Fontes ouvidas pela Trivela dão conta de que o Palmeiras não tem a menor ideia sobre quando de fato poderá jogar em sua casa e não considera a data idealizada pela construtor.

Há muita reticência no clube sobre a eficácia do processo levado a cabo pela Real Arenas. Para o clube, o gramado inteiro, e não apenas o termoplástico, deveria ser trocado. Não é descartada a possibilidade de não jogar no Allianz até o fim do Estadual.

Se isso acontecer, as perdas financeiras do Palmeiras, num cálculo projetado, multiplicando as rendas médias da atual temporada, podem chegar a R$ 5,6 milhões em comparação ao Paulista passado. Prejuízo que vai crescer de maneira exponencial se o estádio não estiver pronto para a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro.

Veja abaixo a comparação entre públicos e rendas de 2023 e 2024.

Paulista 2023

São Bento – 39.164 – R$ 1.963.553,75
São Paulo – 40.196 – R$ 2.301.182,60
Santos – 49.241 – R$ 2.073.483,00
Inter de Limeira – 31.855 – R$ 1.448.695,22
Red Bull Bragantino – 33.352 – R$ 1.549.693,46
Ferroviária – 28.699 – R$ 1.359.674,24
São Bernardo – 39.258 – R$ 2.628.026,38
Ituano – 40.664 – R$ 3.148.583,33
Água Santa – 41.444 – R$ 3.580.469,93

Total Público – 343.873/ Média – 38.208
Total Renda – R$ 18.503.668,45/ Média – R$ 2.055.963,16

4 primeiros jogos de 2023:

Público – 160.456 pagantes/ Média – 40.114 pagantes
Renda – R$ 7.786.914,57/ Média – R$ 1.946.728,64

Paulista 2024

Inter de Limeira – 27.228 – R$ 1.480.697,61
Santos – 40.379 – R$ 2.369.179,78
Ituano – 8.879 – R$ 332.119,00
Corinthians – 29.647 -R$ 1.557.548,00

Total Público – 106.133/ Média – 26.533,25
Total Renda – R$ 5.739.544,39/ R$ Média – 1.434.886,10

Diferença renda (4 primeiros jogos) – R$ 2.047.370.18
Diferença média de público por partida – 14 mil pagantes

Foto de Diego Iwata Lima

Diego Iwata Lima

Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero, Diego cursou também psicologia, além de extensões em cinema, economia e marketing. Iniciou sua carreira na Gazeta Mercantil, em 2000, depois passou a comandar parte do departamento de comunicação da Warner Bros, no Brasil, em 2003. Passou por Diário de S. Paulo, Folha de S. Paulo, ESPN, UOL e agências de comunicação. Cobriu as Copas de 2010, 2014 e 2018, além do Super Bowl 50. Está na Trivela desde 2023.
Botão Voltar ao topo