Brasil

Quatro motivos para acreditar que o Vasco terá um 2024 melhor do que 2023 – ou, ao menos, mais tranquilo

Depois de um 2023 com crise dentro e fora de campo, e luta contra o rebaixamento, o Vasco dá indícios de que pode ter um 2024 melhor do que o último anos

Depois de uma 2023 complicado, com crise dentro e fora de campo e luta contra o rebaixamento até os minutos finais do Campeonato Brasileiro, o Vasco vive a expectativa por um 2024 melhor – ou, ao menos, mais tranquilo. E algumas medidas já tomadas pelo clube neste fim de ano indicam que isso, de fato, pode acontecer.

Um fator óbvio é a permanência do clube na Série A do Campeonato Brasileiro e a tranquilidade que isso dá para o trabalho da diretoria visando a próxima temporada. Além disso, diferente de 2023, quando vinha de uma Série B em 2022, agora o clube vai para o seu segundo ano seguido na elite do futebol brasileiro.

Mas, para além da permanência do clube na Série A, o torcedor do Vasco tem mais motivos para acreditar que o Cruz-Maltino pode viver dias melhores em 2024.

Renovação do técnico Ramón Diaz

Um dos grandes responsáveis pela permanência do Vasco na Série A foi o técnico Ramón Diaz. Contratado no fim de julho, quando o clube vivia a sua pior fase na temporada e tinha apenas nove pontos no Brasileirão, o argentino comandou a equipe em uma ótima campanha de recuperação para salvar o clube do rebaixamento.

Ramón Diaz já tinha contrato até o fim de 2024, mas, por estar valorizado no mercado e por ter cobrado mais investimentos no time para seguir no clube, o Vasco precisou correr para renovar o acordo com o argentino. Agora, Ramón tem vínculo com o Vasco até o fim de 2025, com a possibilidade de renovação por mais dois anos.

Esta será a primeira vez desde 2019 em que o Vasco começa uma temporada com o treinador que terminou o ano anterior no cargo. Na ocasião, Alberto Valentim ficou no Cruz-Maltino de 2018 para 2019.

Valorizado, Ramón Diaz teve o contrato renovado até o fim de 2025 (Foto: Leandro Amorim/Vasco)

Chegada de Alexandre Mattos para comandar o futebol

Depois da confirmação da permanência na Série A, a primeira atitude do Vasco foi demitir o diretor de futebol Paulo Bracks. No clube desde setembro de 2022, ele havia sido escolhido pela 777 Partners para comandar o futebol do clube na transformação em SAF. No entanto, o trabalho ficou abaixo do esperado e a formação do elenco no começo de 2023 foi um dos grandes problemas que o clube enfrentou na temporada.

Poucos dias depois, o Vasco já anunciou a contratação de Alexandre Mattos. Famoso por trabalhos vencedores no Palmeiras e no Cruzeiro, além de boas passagens no Atlético-MG e no Athletico-PR, o dirigente deve elevar o nível das contratações do clube para a próxima temporada. Além disso, ele deve comandar uma reestruturação no departamento de futebol vascaíno.

Alexandre Mattos é o novo responsável por comando o futebol do Vasco (Foto: Leandro Amorim/Vasco)

Base do elenco formada para 2024

Vindo da Série B, o Vasco precisou passar por uma grande reformulação no elenco no começo de 2023. Foram 16 jogadores contratados na primeira janela de transferências da temporada e quase 20 saídas de atletas, entre vendas e jogadores dispensados e emprestados.

Agora, para 2024, o Vasco não vai precisar passar por uma reformulação tão grande. Até o momento, quatro jogadores deixaram o clube, mas nenhum deles era titular do time no Brasileiro. E, por enquanto, o Cruz-Maltino só fez uma contratação: o zagueiro João Victor, anunciado no último domingo (31). O Vasco, é claro, não vai parar por aí. Mas, com os atuais jogadores do elenco, o técnico Ramón Diaz já tem uma base do time titular para a nova temporada.

Além disso, o Vasco já acertou as renovações com o zagueiro Maicon e o volante Zé Gabriel além do atacante Rossi, que tinha cláusula de renovação automática. O clube também confirmou a compra do lateral-direito Paulo Henrique.

Com muita liderança, Medel logo virou capitão, ajudou a se livrar do rebaixamento em 2023 e deve ser importante em 2024 (Foto: Icon sport)

Maior poder de investimento

Em 2023, o Vasco já teve a sua maior receita na história do clube. Agora, para 2024, a expectativa é ainda maior. O clube já começa o ano ainda com parte do dinheiro do último aporte da 777 Partners, que foi feito após o fim da janela de transferências do meio de 2022. Além disso, é claro, o Cruz-Maltino tem as verbas de patrocínio e premiações.

Para completar, em setembro de 2024, o Vasco vai receber o maior dos quatro aportes programados da 777. A empresa americana que comanda a SAF vascaína vai injetar R$ 270 milhões no clube. Parte deste dinheiro pode ser adiantado ao longo do ano. No entanto, é claro, nem todo o valor será usado em contratações. O clube tem as despesas recorrentes do departamento de futebol e vai investir em melhorias estruturais no CT Moacyr Barbosa e no CT da base.

Foto de Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues é jornalista formado pela UFF e soma passagens como repórter e editor do Lance!, Esporte News Mundo e Jogada10.
Botão Voltar ao topo