Brasileirão Série A

Vasco ficou na Série A e quer mais: demitiu Paulo Bracks e quer Alexandre Mattos, o montador de campeões

Depois de garantir a permanência na Série A do Campeonato Brasileiro, o Vasco iniciou a reformulação do clube para a próxima temporada com a demissão do diretor de futebol Paulo Bracks

Passado o drama da luta contra o rebaixamento e com a permanência garantida na Série A do Campeonato Brasileiro, o Vasco agora passa já passa a pensar no planejamento para a próxima temporada. E, um dia depois da vitória sobre o Red Bull Bragantino, em São Januário, pela última rodada do Brasileiro, o Cruz-Maltino já confirmou a saída do diretor de futebol Paulo Bracks, que estava no clube desde setembro de 2022, quando o clube passou pela transformação em SAF.

Em coletiva no começo da tarde desta quinta-feira, o CEO da SAF, Lúcio Barbosa, anunciou a saída de Paulo Bracks e justificou a demissão com uma procura por um novo perfil para o cargo. O Vasco vai procurar um diretor de futebol mais experiente e com histórico vitorioso, além de ser mais ativo no mercado de transferências. Por isso, o nome preferido do momento é o de Alexandre Mattos, que está de saída do Athletico-PR. A informação sobre o interesse em Mattos foi dada inicialmente pelo “Lance!”.

— O plano de longo prazo é trazer de volta o projeto do Vasco sendo protagonista. E vamos ser de novo. Não podemos prometer nada, mas vamos brigar na parte de cima da tabela. E identificamos que precisamos mudar o perfil. Por isso, conversamos com o Paulo (Bracks), a quem agradeço muito, grande profissional. Entendemos que precisamos mudar o perfil. Paulo não faz mais parte da diretoria do Vasco. E, nos próximos dias, vamos conversar sobre possíveis nomes – afirmou Lúcio Barbosa.

A demissão de Paulo Bracks não surpreendeu pela saída do dirigente, que fez um trabalho questionável no comando do futebol do Vasco. No entanto, o anúncio nesta quinta-feira chamou a atenção. Na última madrugada, depois da vitória sobre o Red Bull Bragantino, Bracks participou da coletiva de imprensa de Ramón Diaz e falou sobre o planejamento do Vasco para 2024. O dirigente, inclusive, citou que tinha uma viagem agendada na próxima semana para a Alemanha, onde se encontraria com os diretores de futebol dos clubes da 777 Partners, empresa que comanda o futebol do Vasco.

— A decisão foi muito difícil, o Paulo é um grande profissional. Muitos o criticaram por ele ter sumido, mas acho que foi um grande ato. Ele apareceu na hora ruim e, quando começou a melhorar, deixou os outros aparecerem. Durante essa madrugada a gente conversou bastante, e a decisão foi tomada. Foi mudança de perfil que a gente procurou – explicou Lúcio Barbosa.

Paulo Bracks deixou o Vasco depois de uma temporada ruim no comando do futebol do clube (Foto: Daniel Ramalho/Vasco)

Lúcio avalia temporada do Vasco e projeta 2024

Lúcio Barbosa assumiu o cargo de CEO do Vasco no fim de julho, após a saída de Luiz Mello. Antes, Barbosa ocupava o cargo de Diretor Financeiro da SAF vascaína. Agora no comando da “empresa”, o dirigente fez um balanço da temporada do clube e se disse aliviado com a permanência do Vasco na Série A.

— Conseguimos algo que era tido como impossível. Essa madrugada, essa manhã, a gente conversou muito e ninguém está feliz no Vasco. A gente está aliviado e muito frustrado por tudo que a gente passou esse ano, e todos somos responsáveis. O que a gente conversou é que a gente não pode mais aceitar isso. O Vasco não merece isso, e ano que vem a gente vai fazer diferente – afirmou Lúcio Barbosa, antes de comentar sobre o que o Vasco planejava antes do começo do Brasileirão.

— O objetivo era pelo menos estar na pré-Libertadores. Nossa filosofia é ser competitivo, vamos continuar buscando isso. O Ramón e o Emiliano falam muito sobre competir, a gente fez uma campanha de G-7 no segundo turno. Isso que buscamos – completou o dirigente.

Vasco conta com Ramón Diaz para a próxima temporada

Apesar de ter contrato com o Vasco até o fim de 2024, o técnico Ramón Diaz deixou o futuro em aberto na última coletiva de imprensa desta temporada. O argentino falou em aproveitar o momento e, depois, analisar o seu futuro. No entanto, assim como Paulo Bracks, Lúcio Barbosa também reforçou que o clube conta com o treinador para o próximo ano.

— Ele tem contrato até dezembro de 2024 e queremos mantê-lo. Ele já comprovou sua qualidade e aonde ele pode levar o Vasco daqui para a frente – disse Lúcio Barbosa.

— É um trabalho em conjunto, claro que tem a opinião do Ramón, vamos trabalhar juntos com o próximo diretor de futebol. Todas as partes têm que ser ouvidas, o Ramón vai saber o que a gente precisa mexer para brigarmos na parte de cima da tabela – completou.

Foto de Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues

Jornalista formado pela UFF e com passagens, como repórter e editor, pelo LANCE!, Esporte News Mundo e Jogada10. Já trabalhou na cobertura de duas finais de Libertadores in loco. Na Trivela, é setorista do Vasco e do Botafogo.
Botão Voltar ao topo