Lado B de Brasil

Série D define os confrontos de quartas de final, que valem acesso à Serie C

Com o fim das oitavas de final, Série D entra na sua fase mais importante: os duelos de mata-mata que valem uma vaga na terceira divisão nacional

A Série D definiu neste fim de semana seus classificados às quartas de final. Entre classificações tranquilas, como o Campinense, e sofrimento, como o Uberlândia, estão definidos os oito clubes que brigam pelas quatro vagas de acesso à Série C, em jogos eliminatórios de ida e volta. Além de Campinense e Uberlândia, estão classificados América de Natal, ABC, Atlético Cearense, Aparecidense, Caxias e Ferroviária.

Joinville 2×1 Uberlândia (2×2 no agregado, 1×3 pen)

O jogo mais dramático desta fase de oitavas de final aconteceu no sábado. Depois de vencer por 1 a 0 em casa, o Uberlândia foi até Santa Catarina precisando de um empate para se classificar. Mas o drama foi grande. No tempo normal, o Joinville reverteu a derrota do primeiro jogo e venceu por 2 a 1. Com isso, o placar agregado ficou em 2 a 2. A disputa iria para os pênaltis.

O Joinville começou cobrando, mas Roballo defendeu o chute de Xavier. Pelo Uberlândia, Ingro converteu. Jaques fez o seu pelo Joinville. Pedro Vitor também marcou pelo Uberlândia. Ratinho, do Joinville, errou mais uma para os catarinenses: chutou na trave. Só que o Joinville se manteve no jogo porque o goleiro do Joinville defendeu a cobrança seguinte. O balde de água fria veio com mais um erro: desta vez Tadeu chutou para fora pelo Joinville. Com isso, era só o Uberlândia converter e sair para o abraço. Daniel Ribeiro marcou e colocou o time mineiro nas quartas, eliminando o Joinville.

Aparecidense 1×0 Cianorte (1×0 no agregado)

Também no sábado, a Aparecidense entrou em campo jogando em casa, no Estádio Aníbal Toledo, precisando de uma vitória por qualquer placar para se classificar. No primeiro jogo, no Paraná, os dois times tinham ficado no 0 a 0. A Aparecidense conseguiu o resultado: venceu por 1 a 0, gol de Wesley Matos aos 15 minutos do segundo tempo, e avançou.

União Rondonópolis 0x2 Caxias (0x4 no agregado)

Um dos confrontos resolvidos de forma mais fácil foi entre Caxias e União Rondonópolis. Depois de vencer por 2 a 0 o primeiro jogo em Caxias do Sul, no Estádio Centenário, o time gaúcho foi até o Mato Grosso podendo até perder por um gol para se classificar. Fez mais do que isso: venceu novamente.

No Estádio Luthero Lopes, em Rondonópolis, o Caixas venceu por 2 a 0, gols de Maicon, aos 17 minutos do primeiro tempo, e Marlon, aos 29. Como já tinha vencido o primeiro jogo, o time de Caxias do Sul se classificou sem problemas.

Paragominas 2×1 Atlético-CE (2×3 no agregado)

No domingo, Paragominas e Atlético-CE fizeram um duelo bem equilibrado e os cearenses conseguiram a classificação com alguma dose de emoção. Jogando na Arena Verde, em Paragominas, no Pará, o time da casa venceu por 2 a 1, mas não foi o bastante, porque perdeu o primeiro jogo por 2 a 0. No saldo, os cearenses avançam.

O Paragominas construiu a vitória com Caica, aos 36 minutos, e Wellyson, aos 45, ambos no primeiro tempo. O placar do intervalo levaria a decisão para os pênaltis e, por isso, encheu os torcedores de esperanças. Só que no segundo tempo veio o gol de Erick, aos 23 minutos, que deu ao Atlético-CE a classificação por um gol a mais no saldo.

Ferroviária 1×1 Esportivo (3×2)

A Ferroviária conseguiu a classificação jogando em casa neste domingo e conseguiu isso com até certa dose de tranquilidade. O time grená tinha vencido o primeiro jogo fora de casa contra o Esportivo, em Bento Gonçalves, por 2 a 1. Com isso, poderia empatar jogando em casa para avançar. Foi exatamente o que aconteceu.

Já com a vantagem, foi a Ferroviária que abriu o placar. Julio Vitor marcou o gol para os paulistas aos 28 minutos. O Esportivo só chegaria ao gol de empate nos acréscimos do segundo tempo, aos 47 minutos, com Vinícius. Era tarde demais. Seria preciso outro gol para levar a partida aos pênaltis. O time de Araraquara avançou.

Moto Club 2×4 América-RN (2×5 no agregado)

Outro jogo no domingo teve o duelo dos nordestinos América-RN e Moto Club. Depois de vencer por 1 a 0 o jogo de ida na Arena das Dunas, o América precisava de um empate fora de casa para sair com a classificação. Fez muito mais do que isso: venceu de novo, desta vez por 4 a 2, e avançou com autoridade.

Mazinho, aos 14 e aos 42 minutos, marcou dois para o América ainda no primeiro tempo. Luiz Henrique fez o terceiro com 15 minutos da etapa final, o que já dava ares de jogo encerrado. Lucas Hulk, aos 20, e Wallace, aos 32, reduziram o placar para 3 a 2. Aos 39, Luiz Henrique marcou mais um e fechou a conta em São Luiz: 4 a 2 para os visitantes.

ABC 2×0 4 de Julho (3×1 no agregado)

O ABC foi mais um time potiguar a conseguir a classificação. Após empatar o primeiro jogo no Piauí por 1 a 1, o time precisava apenas de uma vitória em seu território para ficar com a vaga. Jogando no Frasqueirão, em Natal, o ABC venceu por 2 a 0 e ficou com a classificação.

Gustavo Henrique marcou 1 a 0 para o ABC aos 33 minutos do primeiro tempo. Wallyson ampliou aos 28 da etapa final e fechou a conta em 2 a 0. O ABC segue vivo na disputa pelo acesso à Série C.

Guarany de Sobral 0x2 Campinense (1×4 no agregado)

O Campinense se classificou com duas vitórias, a segunda neste domingo. O time paraibano venceu a primeira partida no Amigão, em Campina Grande, por 2 a 1. Precisava só de um empate, mas venceu de novo, desta vez por 2 a 0, e avançou. Os gols deste segundo jogo, porém, só saíram nos minutos finais.

O Guarany precisava de uma vitória simples para levar a disputa aos pênaltis. Mesmo com a vantagem, o Campinense foi melhor em campo e conseguiu marcar dois gols no final que selaram a classificação. Anselmo, aos 40 e aos 48 minutos, marcou os dois gols do Campinense, que venceu por 2 a 0 e agora vai às quartas da Série D.

Veja como ficam os confrontos das quartas de final da Série D:

Os times à esquerda fazem o primeiro jogo em casa.

Atlético-CE x Ferroviária
América-RN x Campinense
Caxias x ABC
Uberlândia x Aparecidense

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo