Brasil

Keno estreia com gol e segue ‘destaque silencioso’ em ataque de estrelas do Fluminense

Fluminense não é só Arias e Cano: Keno também é destaque e começou 2024 fazendo gol para reforçar sua importância no reforçado ataque da equipe

Desde 2022 que o Fluminense se acostumou a ter em Jhon Arias e Germán Cano uma dupla de ataque fatal. Municiados por Paulo Henrique Ganso, que comemorou 5 anos de clube esta semana, o Tricolor ainda tem no banco John Kennedy, autor do gol do título da Libertadores e camisa 9 da seleção olímpica. O setor ofensivo tem outro titular muitas vezes subestimado: Keno.

Ao estrear marcando gol importante na goleada sobre o Bangu, o camisa 11 reforçou o seu destaque silencioso no ataque do Flu. Se os gringos levam a fama por liderar o time em gols e assistências nos últimos anos, o ponta-esquerda mais uma vez se mostrou importantíssimo para o time.

Em 2023, foram apenas cinco bolas na rede e 13 assistências, ficando atrás apenas de Arias e Cano nas participações em gols. Keno perdeu alguns jogos e chegou até a ter sua titularidade em questão em alguns momentos. Mas terminou o ano em alta.

Keno deu os passes mais importantes da história do Fluminense

Quando o Fluminense viajou para Porto Alegre para enfrentar o Internacional no jogo de volta da semifinal da Libertadores, Keno não era o nome mais importante do time. Mas no intervalo da partida, com o Tricolor atrás do placar, foi para ele que Fernando Diniz se virou e disse:

— Você vai ter que dar um jeito de jogar.

Se não participou dos gols da virada épica que levou o Flu à final da Libertadores, Keno daria os passes mais importantes da história do clube em 4 de novembro. Dos pés à iluminada cabeça, os gols do título que era uma obsessão tiveram participação do subestimado camisa 11.

Primeiro, um cruzamento perfeito para Cano abrir o placar, em combinação com Ganso e Arias pelo lado direito, o oposto ao que costuma jogar.

Depois, na prorrogação, uma ajeitada com carinho, de cabeça, para transformar o passe longo de Diogo Barbosa em presente para John Kennedy fuzilar o gol de Romero e colocar o Fluminense à frente do Boca Juniors, de onde nunca sairia até levantar a taça da Libertadores.

Gol na estreia reforça importância de Keno no Fluminense

Jogador de drible e maior velocidade do elenco do Fluminense, Keno recebeu concorrência para 2024. O Tricolor, que já tinha Arias, Yony Gonzalez e Isaac por ali, agora tem também Douglas Costa, Terans, Jan Lucumí e deve receber o reforço de Marquinhos no setor.

Também por isso, o gol na estreia é importante para Keno marcar posição. Quem quer que chegue ao Flu precisará barrar um importantíssimo atacante para virar titular. Além do gol de empate, Keno também iniciou a jogada da virada, que começou em seus pés antes de acabar em um foguete de Arias. A combinação do trio de ataque titular se mostrou importante.

Quem esperava Terans já à frente do baiano de Salvador precisa combinar antes com ele. O destaque silencioso do Fluminense começou 2024 fazendo barulho.

Foto de Caio Blois

Caio Blois

Caio Blois nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e se formou em Jornalismo na UFRJ em 2017. É pós-graduado em Comunicação e cursa mestrado em Gestão do Desporto na Universidade de Lisboa. Antes de escrever para Trivela, passou por O Globo, UOL, O Estado de S. Paulo, GE, ESPN Brasil e TNT Sports.
Botão Voltar ao topo