Brasil

Aperto de mão, desacerto e surpresas: a linha do tempo da negociação de Gabigol e Flamengo

Em entrevista ao programa Seleção SporTV, empresário do atacante do Flamengo revelou os bastidores da negociação que terminou de forma trágica

O ano era 2022, em meados de março, e assim começava a saga para a renovação de contrato do atacante Gabriel Barbosa com o Flamengo. Naquela altura, um dos ídolos da história recente do clube carioca tinha pouco mais 2 anos e meio até o fim do seu acordo, que encerra em 31 de dezembro de 2024.

O que era para terminar com um final feliz entre o atacante e o clube, acabou virando um jogo de empurra que acabou com o empresário Júnior Pedroso, em entrevista ao Seleção SporTV, indicando o início do processo de saída do jogador do Flamengo após cinco anos.

Março de 22: o primeiro ato da negociação

As primeiras tratativas para a renovação de contrato do atacante Gabriel Barbosa com o Flamengo começaram ainda em março de 2022, segundo relatou o seu empresário, Júnior Pedroso. Ali, o jogador, seu empresário, Bruno Spindel, diretor de futebol, e Marcos Braz, vice-presidente do clube, começaram a amarrar os detalhes do novo contrato.

— Foram 10 reuniões até outubro de 2023 com Marcos (Braz) e Bruno (Spindel). Em outubro de 23 a gente sela o acordo e os dois ligam para gente para parabenizar mais 5 anos de contrato. Isso aconteceu também com os pais do Gabriel, que moram em Santos, e aconteceu também com o Gabriel no CT, que recebeu um aperto de mão com os parabéns pela renovação de 5 anos de contrato nos termos que foram construídos — disse Júnior Pedroso.

Porém, um detalhe impedia que o acordo fosse colocado no papel e concretizado. Àquela altura, o Flamengo também negociava em paralelo as renovações de Bruno Henrique e Everton Ribeiro, hoje no Bahia, e pediu para que atleta e empresário aguardassem o fim das tratativas. A partir daí os problemas começaram.

— Meu sócio e advogado estava em contato com o jurídico do Flamengo pedindo as minutas para gente adiantar o processo jurídico de revisão de contrato. Encontramos algo estranho ali porque o jurídico não passava. A parti dali, começaram a sair algumas matérias que o Flamengo estava enfrentando dificuldade para aprovar a renovação do Gabriel. Começamos apertar o Flamengo pedindo respostas e em algum momento pararam de responder. Aí entendemos o que estava acontecendo — disse o empresário.

O Corinthians na negociação e a “oferta surpresa” do Flamengo

Durante esse período, o Corinthians apareceu na negociação como o possível novo destino de Gabriel Barbosa diante do silêncio do Flamengo. Mas, segundo o empresário do jogador, em nenhum momento ele e o atleta chegaram a negociar com a equipe paulista.

O empresário então decidiu pressionar o Corinthians para saber de onde tinha surgido a informação que o atleta teria interesse em se mudar para São Paulo, quando recebeu a informação de ex-dirigentes do Corinthians que o próprio Flamengo teria oferecido o atacante aos rivais de São Paulo.

— O Corinthians andou citando que oferecemos o jogador, que discutiu a negociação, e em momento algum isso aconteceu. Depois fui perguntar ao Corinthians em que momento fizemos isso e tive a informação por um dos ex-dirigentes que o Flamengo estava tentando construir essa transferência — revelou o empresário.

Até que em maio de 2024, após o empate por 1 a 1 entre Flamengo e Bragantino, em Bragança Paulista, o diretor de futebol Bruno Spindel chamou o empresário Junior Pedroso para o que classificou como uma conversa informal para falar do interesse do clube em reabrir as negociações com o jogador.

O aval para as negociações retomarem foi dado com uma condição: o Flamengo teria até julho para formalizar uma proposta. Mas o que veio foi uma surpresa: o Flamengo abordou Gabriel Barbosa com uma proposta de apenas um ano, muito longe daquela negociada meses antes, segundo relatou o empresário.

A diretoria do Flamengo justificou que precisava desse tempo (do novo contrato) para avaliar o atacante.

— Agora, por último, o Flamengo abordou o Gabriel com essa proposta de um ano de contrato, entendendo que o clube precisava desse tempo para avaliá-lo. No momento, o Gabriel estranhou, imaginávamos que viria alguma coisa do Flamengo, mas nunca imaginávamos que o Flamengo ia propor um ano de contrato — disse.

‘Trabalhar a saída de Gabriel do Flamengo’ e o interesse do Palmeiras

A nova proposta de renovação do Flamengo não agradou nem o empresário e nem o atacante, que negou.

— Na hora ele negou (a proposta), entendemos o que estava acontecendo, discutimos o tema e resolvemos daqui para frente trabalhar a saída dele do Flamengo. Está claro que o Flamengo não tem interesse esportivo na renovação do Gabriel — confirmou o empresário em entrevista.

Agora, três dias para o fim do prazo do atacante e a decisão de sair do Flamengo tomada, surgiu um novo clube para Gabriel Barbosa: o Palmeiras. Porém, segundo o empresário Júnior Pedroso, apesar da avaliação positiva dos paulista pelo atacante, não há qualquer negociação em andamento.

— A gente sabe que o Palmeiras gosta dele, a gente já teve discussões anteriores lá atas, mas o Palmeiras não fez uma abordagem em relação a discutir essa transferência agora. Até porque o Gabriel fica livre em dezembro de 2024. Ou seja, a partir de 1 de julho, pode assinar um pré-acordo onde ele sai livre para qualquer clube do mundo — disse o empresário do jogador.

Sem acordo com o Flamengo, Gabriel deve cumprir apenas os seis meses que restam do seu contrato com o clube carioca. E o empresário garantiu que a partir de julho um novo ciclo de negociação se abre para definir o futuro do jogador.

Foto de Márcio Júnior

Márcio Júnior

Baiano formado pela Faculdade Regional da Bahia. Cobriu de carnaval a Copa do Mundo na TVE Bahia, onde venceu o prêmio de reportagem do mês. Passou pela ALBA, Rádio Educadora, Superesportes e Quinto Quarto antes de se tornar repórter na Trivela.
Botão Voltar ao topo