Brasil

Dívida de 15 milhões: FIFA aplica novo transfer ban ao Santos por Cueva

Santos só será autorizado a registrar novos jogadores pela FIFA depois entrar em acordo com o Krasnodar

O Santos está mais uma vez proibido de registrar novos jogadores pela FIFA. Na madrugada desta terça-feira (26), o Peixe foi notificado pela entidade que comanda o futebol mundial a respeito do não pagamento da dívida de aproximadamente US$ 3 milhões (R$ 14,8 milhões na cotação do dia) ao Krasnodar, da Rússia, pela aquisição de Cueva, em 2019, no prazo estipulado. Por isso, o Alvinegro só poderá fazer novas contratações a partir da solução da pendência.

A Trivela antecipou, na semana passada, que o prazo de 30 dias disponibilizado pela FIFA havia chegado ao fim sem que o Peixe tivesse entrado em acordo com os russos.

Ainda conforme as informações trazidas pelo site, o Peixe desejava resolver o imbróglio financeiro envolvendo a compra do peruano por meio de pagamento parcelado em dez parcelas, com a inclusão de algumas garantias de pagamento.

Sem receber respostas dos dirigentes do Krasnodar, o Santos apenas aguardava a comunicação da entidade máxima do futebol.

Santos ficará sem reforços para a Série B?

Em razão de tal situação, o técnico Fábio Carille pode ficar sem os três reforços que desejava receber para o início da Série B do Campeonato Brasileiro.

Apesar do fechamento da janela de transferências no último dia 7, os clubes nacionais podem contratar, entre 1º e 19 de abril, atletas que disputaram os campeonatos estaduais.

Porém, caso não quite a dívida com o Krasnodar, o treinador alvinegro não verá a chegada de um zagueiro, um lateral-esquerdo e de um atacante de velocidade para atuar pelo lado direito como o próprio manifestou interesse.

Por que o Krasnodar não quis parcelar a dívida?

Também na semana passada, durante o congresso técnico para as semifinais do Campeonato Paulista, o presidente do Santos, Marcelo Teixeira, admitiu que o acordo com o Krasnodar estava difícil por conta da desconfiança dos russos em relação ao pagamento parcelado.

— Estamos em negociações, tentando e reconhecendo haver uma desconfiança natural por parte do clube russo. Estamos tentando mostrar diferente, que vamos cumprir nossas obrigações. Estamos oferecendo até garantias para demonstrar que o Santos tem capacidade de honrar esses compromissos da forma que pretendemos, sendo parcelando. Há uma dificuldade nítida, o Santos está correndo um risco enorme de sofrer uma nova punição da FIFA — falou o mandatário santista.

Como foi a passagem de Cueva pelo Santos?

  • Cueva chegou ao Santos em 2019 a pedido do técnico Jorge Sampaoli
  • Para tê-lo no elenco, o Santos se propôs a pagar US$ 7 milhões de dólares (cerca de R$ 26 milhões na época)
  • Cueva disputou 16 jogos, sendo nove como titular, mas não marcou gols, tampouco distribuiu assistências
  • Pouco aproveitado, Cueva forçou a saída sob a justificativa de que estava com salários atrasados
  • Cueva, então, se transferiu para o Pachuca, do México
  • Depois do Pachuca, meia ainda passou pelo futebol da Turquia e da Arábia Saudita
  • Atualmente, Cueva está no Allianza Lima do Peru
Foto de Bruno Lima

Bruno Lima

Bruno Lima nasceu em Santos (SP) e se formou em Jornalismo na Universidade Católica de Santos (UniSantos) em 2010. Antes de escrever para Trivela, passou por A Tribuna.
Botão Voltar ao topo