Copa do Brasil

Sob os olhares de Álvaro Pacheco, Vasco busca vaga nas oitavas da Copa do Brasil

Ainda sem a situação regularizada, o português Álvaro Pacheco vai acompanhar, fora de campo, o segundo jogo entre Vasco e Fortaleza

O Vasco vai ter um espectador especial, em São Januário, para acompanhar a partida decisiva contra o Fortaleza, pelo jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil, nesta terça-feira (21), às 21h30 (horário de Brasília). No Rio de Janeiro desde o último domingo (19), mas ainda sem condições de estar na beira do campo, o técnico Álvaro Pacheco vai acompanhar, fora de campo, a partida que vale uma vaga nas oitavas de final da competição. No jogo de ida, as equipes ficaram no 0 a 0.

Álvaro Pacheco até já “trabalhou” no Vasco e, na última segunda-feira, acompanhou o treino do elenco no CT Moacyr Barbosa, quando também conheceu a local, funcionários e os jogadores. No entanto, quem comandou o último treino foi o interino Rafael Paiva, que é quem estará na beira do campo nesta noite, em São Januário. O técnico português só vai começar a comandar as atividades no time após a partida com o Fortaleza.

A ideia do Vasco e do próprio Álvaro Pacheco era do português já estar na beira do campo contra o Fortaleza. No entanto, questões burocráticas impediram isso de acontecer. A principal dela, é claro, é o regulamento da Copa do Brasil. Um jogador e um técnico não podem atuar na segunda partida de uma fase se não estiverem inscritos no BID da CBF um dia antes do primeiro jogo. Ou seja, Álvaro Pacheco só poderia ficar na beira do campo nesta noite se já estivesse inscrito antes da primeira partida contra o Fortaleza, no começo de maio.

Além disso, Vasco e Álvaro Pacheco ainda não assinaram, de fato, o contrato. As partes acertaram um pré-contrato para o português viajar ao Rio de Janeiro e, agora, acertam os últimos detalhes burocráticos para o treinador assinar o acordo e ser anunciado pleo clube, o que só deve ocorrer nos próximos dias.

Com estes detalhes para resolver, Álvaro Pacheco será mais um espectador na torcida pelo Vasco nesta noite. Em São Januário, o português vai ter a oportunidade de observar in loco o seu time e ver o que lhe aguarda para a sequência da temporada.

Rafael Paiva busca classificação no seu último jogo

Sob os olhares de Álvaro Pacheco, o interino Rafael Paiva tem a missão de entregar um time classificado para as oitavas de final da Copa do Brasil. Mas o objetivo não é fácil. Depois do 0 a 0 no jogo de ida, quando o Fortaleza foi muito superior, quem vencer em São Januário avança de fase. Em caso de novo empate, a decisão será nos pênaltis.

Rafael Paiva, técnico do sub-20, assumiu o time de forma interina após a saída de Ramón Díaz, no fim de abril. O primeiro jogo do treinador no clube foi justamento o duelo de ida com o Fortaleza, no Castelão. Depois, o Cruz-Maltino perdeu para o Athletico-PR, fora de casa, e venceu o Vitória, pelo Campeonato Brasileiro, acabando com uma sequência de cinco jogos sem vencer e aliviando a pressão para a partida desta noite.

Provável escalação do Vasco contra o Fortaleza

Sem desfalques para a partida desta terça-feira, o interino Rafael Paiva deve repetir o time do Vasco que venceu o Vitória, pelo Brasileiro. A única dúvida é no ataque, entre Rossi e Adson. O primeiro teve uma atuação ruim no último jogo e o segundo entrou bem após o intervalo. No entanto, Adson deixou a partida com dores no joelho direito e passou por exames, que não constataram lesão. Ainda assim, há uma dúvida entre os dois.

Assim, o Vasco deve entrar em campo contra o Fortaleza com: Léo Jardim, João Victor, Maicon, Léo, Lucas Piton, Sforza, Galdames, Payet, Rossi (Adson), David e Vegetti.

Foto de Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues

Jornalista formado pela UFF e com passagens, como repórter e editor, pelo LANCE!, Esporte News Mundo e Jogada10. Já trabalhou na cobertura de duas finais de Libertadores in loco. Na Trivela, é setorista do Vasco e do Botafogo.
Botão Voltar ao topo